Bombeiro que morreu em Oleiros tinha apenas 21 anos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, lamentaram a morte do bombeiro, que pertencia à corporação de Proença-a-Nova.

Bombeiro que morreu em Oleiros tinha apenas 21 anos

Bombeiro que morreu em Oleiros tinha apenas 21 anos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, lamentaram a morte do bombeiro, que pertencia à corporação de Proença-a-Nova.

O despiste de uma viatura dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco, perto de Roda, provocou, este sábado, a morte de um bombeiro e ferimentos em outros quatro. O bombeiro, com 21 anos, Diogo Dias, da corporação de Proença-a-Nova, que estava desaparecido foi encontrado em paragem cardiorrespiratória e morreu no local.

Até Sempre Bombeiro Diogo Miguel Alves Dias ! ⭐️⭐️#descansaempaz

Publiée par Bombeiros Proença A Nova sur Samedi 25 juillet 2020

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, lamentaram a morte do bombeiro, que pertencia à corporação de Proença-a-Nova.

O Ministério da Administração Interna vai abrir um inquérito à morte do jovem.

LEIA MAIS Incêndios: Ministro admite combate em Oleiros, Sertã e Proença-a-Nova até terça ou quarta-feira

Impala Instagram


RELACIONADOS