Bertrand lança novos títulos de Archer, Grisham e Stephen King em novembro

A Bertrand vai lançar novos títulos de Jeffrey Archer, John Grisham e Stephen King em novembro, anunciou a editora, que apresentou hoje as novidades para a temporada literária.

Bertrand lança novos títulos de Archer, Grisham e Stephen King em novembro

Bertrand lança novos títulos de Archer, Grisham e Stephen King em novembro

A Bertrand vai lançar novos títulos de Jeffrey Archer, John Grisham e Stephen King em novembro, anunciou a editora, que apresentou hoje as novidades para a temporada literária.

“Só Por Cima do Meu Cadáver”, de Jeffrey Archer, novo trabalho da série “William Warwick”, publicado no ano passado no original em inglês, chega a Portugal em novembro, segundo um comunicado da Bertrand.

No mesmo mês, é colocado à venda “A Lista do Juiz”, de John Grisham, “romance que assinala o regresso da personagem de Lacy Stoltz”, conhecida de “A Denúncia”, enquanto de Stephen King vai chegar às livrarias o recente “Billy Summers”, “que se inscreve já como um dos melhores de sempre deste prolífico autor e que tem recebido as melhores críticas da imprensa internacional”.

Ainda dentro da ficção internacional editada pela Bertrand, destaque para “Sobre Isto Ninguém Fala”, de Patricia Lockwood, finalista do prémio Booker do ano passado, no qual a autora aborda a relação entre a realidade e as redes sociais e “que é, em simultâneo, uma carta de amor ao ‘scroll’ infinito e uma profunda e moderna meditação sobre o amor, a linguagem e a conexão humana do ponto de vista de uma voz singular da literatura americana”, como indicava a editora anglófona da obra. O livro tem edição prevista em Portugal para o final de setembro.

Para lá da ficção internacional, a Bertrand vai ainda editar “O Diabo”, de Gonçalo M. Tavares, terceiro livro das “Mitologias”, e “O Homem Mais Feliz de África”, de Miguel Szymanski, entre outras obras.

Na Quetzal, em setembro, são publicados “Intimidades”, de Kate Kitamura, e “Contra a Interpretação”, de Susan Sontag, seguindo-se, no próximo mês, “Evangelhos Apócrifos”, de Frederico Lourenço.

Na mesma chancela, Fernando Pinto do Amaral traduz a “Poesia Completa” de Jorge Luis Borges, chegando também às livrarias o vencedor do prémio francês Goncourt 2021 “A Mais Secreta Memória dos Homens”, de Mohamed Mbougar Sarr, traduzido por Cristina Rodriguez e Artur Guerra.

Em novembro, António Cândido Franco assina uma biografia do escritor Luiz Pacheco, enquanto de Bruno Vieira Amaral é publicado “O Segundo Coração”, “sobre o passado, não como peças expostas num museu, mas como um vulcão: algo muito antigo e adormecido que, num instante, regressa à vida e ao presente”.

De acordo com o comunicado do grupo editorial, que inclui múltiplas chancelas como a Contraponto, Temas e Debates, Círculo de Leitores ou Pergaminho, entre outras, vão ser publicados “quase 100 livros entre setembro e o final do ano”.

TDI // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS