Bebé de 2 meses morto porque choro «atrapalhou» sexo dos pais

Resultados de exames feitos no corpo do bebé de dois meses revelaram uma costela partida e várias marcas de dentadas. Pai condenado a oito anos de prisão e mãe a seis.

Bebé de 2 meses morto porque choro «atrapalhou» sexo dos pais

Resultados de exames feitos no corpo do bebé de dois meses revelaram uma costela partida e várias marcas de dentadas. Pai condenado a oito anos de prisão e mãe a seis.

Bebé de apenas dois meses morreu sufocado pelos próprios pais depois de começar a chorar durante uma relação sexual do casal. O caso ocorreu em Staffordshire, na Inglaterra, a 29 de abril de 2014, e o julgamento terminou agora. Luke Morgan, de 26 anos, e Emma Colle, de 22, foram julgados e condenados esta sexta-feira, 21 de junho. O júri decidiu com base em informações apresentadas pelos investigadores. O pequeno Tyler Morgan foi sufocado propositadamente pelo pai enquanto a mãe era cúmplice. O crime aconteceu porque Luke ter-se-ia irritado com o choro do filho enquanto ele e a mulher mantinham relações sexuais.

LEIA DEPOIS
Travestis detidos e acusados de extorquirem clientes após encontros

Bebé acabou por morrer no hospital

O juiz Michael Chambers revelou, ainda durante o julgamento, que os pais «demoraram uma hora para chamar uma ambulância após terem cometido o crime». No hospital, porém, Tyler «não resistiu» e faleceu. Os exames mostraram, ainda, que o bebé tinha «uma costela partida e marcas de dentadas» pelo corpo. O pai, Luke, «tinha o hábito de bater no filho», o que «terá provocado várias lesões» na criança. Considerados culpados pela morte de Tyler, Luke e Emma foram condenados a pena efetiva de prisão. O pai cumprirá pena de oito anos e a mãe seis.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quarta-feira, 26 de junho
Avançado do Marítimo abandona seleção por risco de morte súbita
Fogo leva pais a fazerem escudo humano para protegerem filha [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS