Autoridades timorenses e OMS negam caso de suspeita de contágio no país

As autoridades de saúde timorenses e a Organização Mundial de Saúde (OMS) negaram a existência de um caso suspeito de contágio do novo coronavírus em Timor-Leste.

Autoridades timorenses e OMS negam caso de suspeita de contágio no país

Autoridades timorenses e OMS negam caso de suspeita de contágio no país

As autoridades de saúde timorenses e a Organização Mundial de Saúde (OMS) negaram a existência de um caso suspeito de contágio do novo coronavírus em Timor-Leste.

“O caso foi examinado no Hospital de Baucau. A sua temperatura, pulmões, raio-x e contagem sanguínea estavam todas normais. Conclui-se que não é suspeito de infeção com o coronavírus”, disse à Lusa Rajesh Pandav, responsável da OMS em Timor-Leste.

Em causa estavam suspeitas levantadas nos últimos dias nas redes sociais em Timor-Leste sobre um suposto caso suspeito de infeção com o coronavirus nos arredores da segunda cidade do país, Baucau.

Pandav referiu à Lusa que se tratava de um trabalhador que chegou a Timor-Leste a 19 de janeiro procedente de Xangai via Bali, na Indonésia e que estava na localidade de Vemasse.

“Começou a monitorizar a sua temperatura – como exigido pela empresa -, que tem estado normal até agora. Tinha tosse há algum tempo, da qual já recuperou e não havia qualquer outro sintoma. A temperatura de outras pessoas também era normal”, referiu.

O resultado das análises foi comunicado às autoridades locais.

“Agradecemos a vigilância e informação. Continuaremos a trabalhar juntos para conter esta epidemia e para proteger a saúde de todos”, referiu Pandav.

 

ASP // FPA

Lusa/Fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS