Autoridades angolanas preocupadas com surtos de sarna, malária e meningite na Huíla

As autoridades sanitárias da província angolana da Huíla estão a sensibilizar as comunidades para prevenir e travar surtos de sarna, com mais de 50.000 casos, meningite, com 20 óbitos, e malária, com 400.000 notificações este ano.

Autoridades angolanas preocupadas com surtos de sarna, malária e meningite na Huíla

Autoridades angolanas preocupadas com surtos de sarna, malária e meningite na Huíla

As autoridades sanitárias da província angolana da Huíla estão a sensibilizar as comunidades para prevenir e travar surtos de sarna, com mais de 50.000 casos, meningite, com 20 óbitos, e malária, com 400.000 notificações este ano.

Segundo a diretora do gabinete provincial de saúde, Luciana Guimarães, nos últimos cinco meses, os municípios de Quilengues, Humpata, Lubango e Caluquembe, naquela província do sul de Angola, foram atingidos por estas doenças, afetando mais de 600 mil pessoas, o que preocupa as autoridades.

Para fazer face à situação, as autoridades sanitárias estão a capacitar professores, ativistas sociais e quadros da empresa de águas e saneamento, que por sua vez têm sensibilizado a população.

Luciana Guimarães, citada pela agência noticiosa angolana, Angop, referiu que, a par da sensibilização, estão a ser realizadas campanhas de combate ao vetor da malária, através da fumigação domiciliária.

NME // PVJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS