Associação ambientalista ANP lança plataforma “Mudança Verde”

A organização ambientalista Associação Natureza Portugal (ANP), que em Portugal trabalha em associação com a World Wide Fund for Nature (WWF), lançou hoje a plataforma “Mudança Verde”, destinada a incentivar hábitos sustentáveis.

Associação ambientalista ANP lança plataforma

Associação ambientalista ANP lança plataforma “Mudança Verde”

A organização ambientalista Associação Natureza Portugal (ANP), que em Portugal trabalha em associação com a World Wide Fund for Nature (WWF), lançou hoje a plataforma “Mudança Verde”, destinada a incentivar hábitos sustentáveis.

No dia em que a organização assinala o terceiro aniversário, a plataforma digital (https://mudancaverde.pt/) pretende ser “uma ferramenta para todos os portugueses que querem um futuro mais justo, sustentável e verde, onde a natureza está no centro de todas as decisões”, diz a ANP em comunicado.

Na plataforma alerta-se, por exemplo, que comer uma manga do Brasil equivale a ir de Lisboa a Sevilha, de carro, 16 vezes, pelo que o conselho deixado é preferir nas compras produtos da época e produzidos em Portugal.

A ANP/WWF, a par de várias informações e conselhos, deixa outros cálculos, como o de que 20% do peixe pescado no oceano é usado para alimentar peixe de aquacultura, ou que uma única pessoa, num voo de ida e volta da Alemanha para as Caraíbas, produz a mesma quantidade de emissões prejudiciais que 80 habitantes da Tanzânia produzem num ano inteiro (cerca de quatro toneladas de dióxido de carbono).

Citada no comunicado a diretora executiva da ANP/WWF, Ângela Morgado, diz que “num mundo com excesso de informação é difícil saber por onde começar”, pelo que a plataforma “ajuda as pessoas a perceberem o impacto que têm no planeta, e a adotarem hábitos mais verdes e mais justos para todos”.

É “a forma que temos de contribuir para travar a perda dramática de natureza”, diz, explicando depois que a plataforma (à qual se juntaram 16 figuras públicas portuguesas) integra uma petição, que pede aos portugueses que apoiem uma lista de seis desejos da ANP/WWF para Portugal e para a Europa, no âmbito da presidência portuguesa da União Europeia.

A natureza estar no centro das decisões, a agricultura ser mais amiga do ambiente, os oceanos mais saudáveis, exista mais água e um futuro mais verde e mais justo para todos são os seis desejos da ANP/WWF.

FP // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS