Artista plástica Lourdes Castro recebeu hoje medalha de mérito cultural

A artista portuguesa Lourdes Castro foi hoje condecorada com a medalha de mérito cultural, que tinha sido anunciada em dezembro pela ministra da Cultura, Graça Fonseca.

Artista plástica Lourdes Castro recebeu hoje medalha de mérito cultural

Artista plástica Lourdes Castro recebeu hoje medalha de mérito cultural

A artista portuguesa Lourdes Castro foi hoje condecorada com a medalha de mérito cultural, que tinha sido anunciada em dezembro pela ministra da Cultura, Graça Fonseca.

“A condecoração foi entregue esta tarde numa cerimónia reservada que teve lugar na residência da artista, na Madeira”, anunciou hoje o Ministério da Cultura.

O anúncio da atribuição da medalha de mérito cultural tinha sido feito em dezembro, no dia em que Lourdes Castro completou 90 anos, mas só agora foi entregue à artista plástica por Graça Fonseca.

Lourdes Castro ocupa “um espaço insubstituível na história da arte mundial” e a condecoração é “um mais que justo reconhecimento, não só pelo seu talento e criatividade, mas também pela influência que exerce junto dos seus contemporâneos”, justifica o ministério.

Nascida no Funchal a 09 de dezembro de 1930, Lourdes Castro desenvolve a sua obra desde finais da década de 1950, com um percurso artístico multifacetado, de experimentação conceptual e técnica, em vários suportes.

Destaca-se a participação na criação da revista KWY, em conjunto com René Bértholo e outros artistas, e a colaboração com Manuel Zimbro. A série O grande herbário de sombras (1972) é uma das obras de referência de Lourdes Castro.

Em 2000, recebeu o Grande Prémio EDP Arte e, em 2004, foi reconhecida com o Prémio Celpa/Vieira da Silva — Artes Plásticas Consagração. Com Francisco Castro Rodrigues foi distinguida, na edição de 2010, dos prémios da Secção Portuguesa da Associação Internacional de Críticos de Arte.

Em 2015, a artista recebeu, na Capela do Rato, em Lisboa, o Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes, atribuído pela Igreja Católica para realçar uma figura com percurso de humanismo e experiência cristã.

SS (AG) // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS