Apenas dois em cada dez jovens estão empregados

Portugal é o sexto país da UE com menos jovens empregados e pandemia disparou ainda mais a taxa de desemprego entre os 15 e os 24 anos, que é agora de 77%.

Apenas dois em cada dez jovens estão empregados

Apenas dois em cada dez jovens estão empregados

Portugal é o sexto país da UE com menos jovens empregados e pandemia disparou ainda mais a taxa de desemprego entre os 15 e os 24 anos, que é agora de 77%.

Os jovens portugueses são dos mais atingidos pelo aumento do desemprego na União Europeia devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo o Eurostat, entidade estatística eurocomunitária, a taxa de emprego no nosso país na faixa dos 15 aos 24 anos registou, no final do segundo trimestre do ano, uma queda para os 23%, cinco pontos abaixo do mesmo período do ano passado – apenas dois em cada dez jovens têm emprego.

LEIA DEPOIS
Empresária de Tomar contrata filho de amiga para matar ex-marido

Desemprego jovem coloca Portugal como sexto pior país da UE

No fim de agosto de 2019, o número de portugueses até aos 24 anos com emprego era superior a 307 mil. Este ano, no mesmo período, eram 246 mil, menos 61 mil – de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). relativamente à taxa de emprego no final do segundo trimestre, Portugal foi dos países mais afetados pela crise pandémica e é agora o sexto com pior valor no conjunto dos 27 Estados-Membros da UE, atrás apenas de Grécia, Itália, Espanha, Bulgária e Eslováquia.

LEIA AGORA
Multado em 660 euros por cuspir e chamar “preto” a guarda-freio

Impala Instagram


RELACIONADOS