Apenas 5% dos portugueses pretendem gastar o subsídio de Natal inteiro

Os portugueses estão mais comedidos no que diz respeito aos gastos inerentes a esta quadra festiva. De acordo com o Observador Cetelem Natal, são poucos os que pretendem gastar o subsídio de Natal na totalidade e 32% dos inquiridos garantem mesmo que não têm intenção de gastar parte alguma deste montante.

Apenas 5% dos portugueses pretendem gastar o subsídio de Natal inteiro

Apenas 5% dos portugueses pretendem gastar o subsídio de Natal inteiro

Os portugueses estão mais comedidos no que diz respeito aos gastos inerentes a esta quadra festiva. De acordo com o Observador Cetelem Natal, são poucos os que pretendem gastar o subsídio de Natal na totalidade e 32% dos inquiridos garantem mesmo que não têm intenção de gastar parte alguma deste montante.

Os portugueses estão mais comedidos no que diz respeito aos gastos inerentes a esta quadra festiva. De acordo com o Observador Cetelem Natal, são poucos os que pretendem gastar o subsídio de Natal na totalidade – só (5%) – e 32% dos inquiridos garantem mesmo que não têm intenção de gastar parte alguma deste montante, enquanto 24% pretendem despender de 50% ou mais do subsídio – ainda assim, menos três pontos percentuais em comparação com o ano passado.

LEIA DEPOIS
Tenta abrir porta de avião durante voo e causa pânico

Maioria dos portugueses passa o Natal em casa de familiares

Ainda de acordo com este inquérito Observador Cetelem Natal 2019, que teve por base uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 74 anos de idade, os portugueses também não começam a preparar os festejos desta época com muita antecedência. 37% das pessoas fazem as compras dos presentes duas semanas qantes da noite da Consoada, 29% admitem fazê-lo um mês antes e apenas 4% optam por compras de última hora, um ou dois dias antes do dia 24 de dezembro.

Este ano, 98% dos portugueses deverão celebrar o Natal, face aos 90% em 2018. Além de mais festivos, os portugueses revelam-se mais caseiros nesta época, com 96% a revelarem que passam a quadra em casa, contra os 89% de 2018. Apenas 58% passam 24 e 25 de dezembro na própria casa, no entanto alguns repartem o evento entre a sua habitação e a de familiares, uma vez que 51% indicam que também tencionam passar o Natal em casa de familiares. Apenas 4% dos inquiridos dizem passar a quadra natalícia fora, face a 1% em 2018.

Texto: Carla S. Rodrigues

LEIA MAIS
Ex-líder da Juve Leo foi à Academia falar com Jorge Jesus e tem «consciência tranquila»
Ângelo Rodrigues sorridente em gravações de telefilme

Impala Instagram


RELACIONADOS