António Costa confirma confinamento de um mês

Primeiro-ministro fala após reunião com peritos do Infarmed. António Costa confirma confinamento e explica que terá um «horizonte de um mês».

António Costa confirma confinamento de um mês

António Costa confirma confinamento de um mês

Primeiro-ministro fala após reunião com peritos do Infarmed. António Costa confirma confinamento e explica que terá um «horizonte de um mês».

O primeiro-ministro, António Costa, confirmou esta terça-feira, 12 de janeiro, que esta semana o país entrará novamente em Estado de Emergência, desta vez com “medidas de confinamento geral, como em março e abril”.

António Costa explica que “está fora de questão suspender as atividades de avaliação” até às crianças com 12 anos. Explica que “a grande divergência” entre os peritos do Infarmed é em relação às medidas a adotar “nas faixas intermédias” e, como tal, “não vai poder tomar a decisão com base no que disseram os especialistas”, disse, acrescentando que terá de usar “a sua própria inteligência” para decidir.

Avança que houve consenso entre os cientistas ao afirmar que “a escola em si não é um foco de infeção”, é sim “mais um fator de movimentação“.

O primeiro-ministro alerta ainda para um relaxamento generalizado dos portugueses. “A perceção de risco tem vindo a diminuir e o uso de máscara também” e explica que “todas as medidas de prevenção são uma arma imprescindível”. “Estamos a viver um período de risco particular devido ao frio e à altura do ano. Isto implica cautela”, conclui.

Recorde-se que, até agora, António Costa havida colocado de parte a possibilidade de encerramento de escolas.

LEIA MAIS
Covid-19: Confinamento com escolas abertas reduz índice de transmissibilidade abaixo de 1

 

Impala Instagram


RELACIONADOS