André luta contra o cancro e precisa de ajuda para novo tratamento na Alemanha

André luta contra o cancro e precisa de ajuda para novo tratamento na Alemanha

André tem 39 anos e desde o início de 2016 que enfrenta sucessivas e duríssimas batalhas contra o cancro. Agora, tem uma nova esperança

Foi em 2016 que sintomas como fraqueza, cansaço e perdas de sangue culminaram num diagnóstico de cancro no cólon/reto, com diversas metástases hepáticas. A André Antunes, foi-lhe dada uma esperança média de vida de 6 meses.

Seguiram-se 6 ciclos de quimioterapia que tiveram de ser interrompidos devido a reacções alérgicas, até ser alcançada uma redução que permitiu a operabilidade do fígado, o órgão que lhe punha a vida em risco.

«Havia uma probabilidade de 50% de que o André não sobrevivesse à operação de 8 horas que se seguiu, mas ele manteve-se na luta. Mais tarde, houve ainda outra operação ao reto, para retirar o que faltava», lê-se no pedido de ajuda.

A esperança aumentou uma vez que as metásteses foram eliminadas e o tumor pouco ativo, mas as reacções alérgicas não lhe permitiram fazer a quimioterapia preventiva protocolar. Em alternativa, teve de fazer radioterapia.

 

De Janeiro de 2017 até Abril de 2018 os exames revelaram que não havia evidência recidiva e André foi voltando às suas rotinas. Foi numa consulta de rotina que descobriu metástases na zona pélvica, fígado e pulmão, este num estado muito inicial.

«Pulmão e fígado foram “queimados” mas tal não era possível na zona pélvica. Tanto o IPO Porto, o IPO Lisboa e o Curry Cabral comunicaram-lhe que não havia solução para o problema; a quimio foi tentada uma última vez, com efeitos terríveis e a percepção imediata de que a sua continuação poderia ser fatal.», pode ler-se.

Neste momento, para além de forças para aguentar novos tratamentos, André precisa de dinheiro. O tratamento é na Alemanha, recorrendo a células dendríticas.

«A vacina das células dendríticas é produzida com o sangue do próprio doente, que após tratado em laboratório, é devolvido ao doente contendo as informações necessárias que são transmitidas ao sistema imunitário. A teoria é que esta informação leve o sistema imunitário, agora reprogramado, saiba as células que deve atacar e as que deve proteger. São necessárias no mínimo 4 vacinas, dadas num intervalo de 4 a 6 semanas para que o sistema imunitário esteja suficientemente forte e informado para combater o tumor. Na primeira vez que o doente vai à Alemanha (dia 1 de Outubro, no caso do André), fica cerca de 10 dias; nas vezes seguintes, 3 a 4».

Não sabendo com exatidão o custo total, o grupo de amigos de André pede ajudas no valor de 32000 euros. André vai ser seguido pelo Dr. Thomas Neßelhut.

 

Para ajudar:

IBAN: PT50 0018 000338942637020 26
Swift Code/BIC:TOTAPTPL
(André Antunes)

 

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

André luta contra o cancro e precisa de ajuda para novo tratamento na Alemanha

André tem 39 anos e desde o início de 2016 que enfrenta sucessivas e duríssimas batalhas contra o cancro. Agora, tem uma nova esperança