Agência Europeia de Medicamentos foi vítima de um ciberataque

A Agência Europeia de Medicamentos (AEM) denunciou hoje que foi objeto de um “ciberataque” e anunciou a abertura de uma investigação, em colaboração com a polícia holandesa.

Agência Europeia de Medicamentos foi vítima de um ciberataque

Agência Europeia de Medicamentos foi vítima de um ciberataque

A Agência Europeia de Medicamentos (AEM) denunciou hoje que foi objeto de um “ciberataque” e anunciou a abertura de uma investigação, em colaboração com a polícia holandesa.

“A AEM foi objeto de um ciberataque. A agência abriu imediatamente um inquérito completo, em estreita colaboração com a polícia”, declarou num comunicado a agência europeia, com sede em Amesterdão desde 2019, após o anúncio da saída do Reino Unido da União Europeia (UE) – Brexit.

A agência não avançou pormenores sobre se o incidente afetou os testes, em curso, para dar autorização de comercialização das vacinas para o novo coronavírus desenvolvidas pelas farmacêuticas Pfizer, BioNTech e Moderna. Na breve nota, a AEM escusou-se a adiantar informações adicionais enquanto estiver em curso a investigação.

 

JSD // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS