Mais de 500 pessoas morreram nas estradas em 2018

Um total de 513 pessoas morreu em acidentes rodoviários no ano passado, mais três do que em 2017, registando-se uma subida pelo segundo ano consecutivo do número de mortos, revelou a ANSR.

Mais de 500 pessoas morreram nas estradas em 2018

Mais de 500 pessoas morreram nas estradas em 2018

Um total de 513 pessoas morreu em acidentes rodoviários no ano passado, mais três do que em 2017, registando-se uma subida pelo segundo ano consecutivo do número de mortos, revelou a ANSR.

Um total de 513 pessoas morreu em acidentes rodoviários no ano passado, mais três do que em 2017, registando-se uma subida pelo segundo ano consecutivo do número de mortos, revelou hoje a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

A ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, adianta que o número de acidentes também aumentou em 2018, tendo sido registados 132 mil e 378 desastres nas estradas portuguesas, mais 2170 do que no ano transacto.

Por sua vez, o número de feridos graves registou uma ligeira diminuição no ano passado, totalizando 2093, menos 105 do que em 2017.

Os dados provisórios hoje revelados pela ANSR mostram que o número de mortos tem vindo a aumentar desde 2016, ano em que se situou nos 445, passando para 510 em 2017 e para 513 em 2018.

 

Segundo a ANSR, os distritos com maior número de mortos em 2018 foram Setúbal (65), Porto (56), Lisboa (49), Faro e Leiria (40 em cada um).

Já os distritos que registaram menos mortos em acidentes rodoviários no ano passado foram Viana do Castelo (nove), Bragança e Portalegre (10 em cada um), Castelo Branco (12), Évora (13) e Guarda (14).

Leiria e Viseu com mais mortes derivadas de acidentes rodoviários

A Segurança Rodoviária avança também que os distritos que registaram um maior aumento das vítimas mortais entre 2017 e 2018 foram Leiria (mais 13), Viseu (mais 11), Faro (mais 10) e Setúbal (mais nove).

Em Viseu morreram 27 pessoas em acidentes rodoviários em 2018.

LEIA MAIS: Jovem de 16 anos foi um dos mortos a registar na “Operação Ano Novo” da GNR

A ANSR indica ainda que 41 mil e 055 pessoas sofreram ferimentos ligeiros no ano passado, enquanto em 2017 tinham sido 41 mil e 787 e em 2016 situaram-se nos 39 mil e 121.

Os dados da ANSR dizem respeito aos acidentes ocorridos no Continente e às vítimas cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS