A máscara inteligente que deteta assintomáticos

Burzo Ciprian, engenheiro responsável pela invenção, foi premiado no concurso Pandemic ResponseCoLab do Massachusetts Institute of Technology (MIT)

A máscara inteligente que deteta assintomáticos

A máscara inteligente que deteta assintomáticos

Burzo Ciprian, engenheiro responsável pela invenção, foi premiado no concurso Pandemic ResponseCoLab do Massachusetts Institute of Technology (MIT)

O engenheiro Burzo Ciprian criou uma máscara inteligente que deteta pessoas assintomáticas. Segundo o jornal 20 Minutos, esta invenção tem várias funções inteligentes, tais como analisar o ar para detetar vírus como o SARS-CoV-2 e medir a febre do utilizador. Além disto, avisa ainda sobre possíveis contactos de risco.

A máscara utiliza materiais plásticos criados por impressão em 3D. Na parte da frente está situado um dispositivo com sensor bluetooth. Lateralmente foi incluído um filtro de ar para permitir uma melhor ventilação. Para além disso, existe ainda um sensor de temperatura, assim como um pequeno LED que mostra a temperatura corporal do utilizador, permitindo assim detetar possível febre.

Recorrendo à função de bluetooth, a máscara transmite à aplicação, previamente instalada e conectada via smarthphonetodos os dados sobre a qualidade do ar e temperatura. Tal como explicou Ciprian, “a máscara e os seus biossensores são capazes de analisar as partículas do ar” com o objetivo de detetar pessoas assintomáticas contagiadas com o novo coronavírus. Caso se verifiquem indicadores de contágio, sejam partículas contaminadas no ar, seja o aumento de temperatura para níveis febris (acima dos 38º), a app alerta o utilizador indicando-lhe que deve procurar ajuda médica. O software avança também com uma percentagem da probabilidade de estar infetado.

Além disso, a máscara deteta outras máscaras até 300 metros de distância. Se algum dos utilizadores representar perigo, os contactos de risco recebem um alerta no telemóvel, tal como acontece com a aplicação ‘StayAway Covid‘.

Tal como escreve a VIP, esta criação já lhe valeu um prémio, atribuído pelo concurso Pandemic ResponseCoLab do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

LEIA MAIS
Covid-19: Lar e unidade de cuidados continuados de Alenquer com 71 infetados

Impala Instagram


RELACIONADOS