A conturbada vida amorosa de Boris Johnson. Divórcios, amantes e abortos

Divórcios, amantes, um aborto, e, mais recentemente, polícia chamada a casa. Eis a conturbada vida amorosa de Boris Johnson

A conturbada vida amorosa de Boris Johnson. Divórcios, amantes e abortos

Divórcios, amantes, um aborto, e, mais recentemente, polícia chamada a casa. Eis a conturbada vida amorosa de Boris Johnson

Boris Johnson é o favorito com 74 por cento de intenções de votos à vitória para a liderança do Partido Conservador, e volta a estar debaixo dos holofotes, pelas piores razões. Na madrugada de sexta-feira a polícia foi chamada ao apartamento da namorada, Carrie Symonds, de 31 anos,  depois de um vizinho ter ouvido gritos, ofensas e pratos partidos. Preocupados, bateram à porta, mas não tiveram resposta. «Eu estava à espera de que alguém abrisse a porta e dissesse que estava tudo bem. Toquei três vezes e ninguém veio até à porta», testemunhou um vizinho ao The Guardian.

Mas Boris acha que tal assunto não tem qualquer interesse.

«Penso que as pessoas não querem saber sobre esse tipo de coisas», escapou Johnson, de 55 anos feitos no último dia 19 de junho. «As pessoas têm direito a perguntar sobre a minha determinação e caráter e sobre o que quero fazer para o país. Mas politicamente cumpro as promessas», respondeu num debate de campanha. Ian Dale, o moderador, ainda insistiu, várias vezes, sobre se a vida privada afeta ou não a capacidade de alguém ser primeiro-ministro. Na plateia, ouviram-se assobios. O moderador pergunta, mais uma vez, se Boris ia responder e a resposta foi clara. Não. «Acho que isso é bastante óbvio.»

Mas, afinal, como tem sido a vida amorosa do homem que se pode tornar primeiro-ministro do Reino Unido? De acordo com o Daily Mail, é divorciado duas vezes e já teve, pelo menos, cinco casos extra-conjugais. Também já engravidou duas amantes.

O ano passado, em setembro, a mulher, Marina Wheeler, pediu o divórcio quando a relação com Carrie, então assessora do Partido Conservador, foi tornada pública.

Ainda de acordo com a mesma publicação, tudo começa em 1987 quando Boris se casa com a namorada de faculdade, Allegra Mostyn-Owen. Mas pouco durou. Divorcia-se logo em 1993, depois de a ter traído com Marina Wheeler — com quem casaria a seguir. Dos seus muitos casos, o primeiro a ser revelado – e também o mais longo – foi o que teve com a a jornalista Petronella Wyatt, filha do trabalhista Lord Wyatt. A mulher mais tarde revelou ter feito um aborto e ter sofrido, depois, um segundo aborto espontâneo.

Ainda que tal tenha afetado a sua vida política, os escândalos e rumores não pararam. Em 2006 os meios de comunicação britânicos garantiam que este tinha uma relação com a jornalista Anna Fazackerley. Mas um ano mais tarde,  assumiu a paternidade do filho de Helen Macintyre. Boris foi casado até ao ano de 2018 com a Marina Weeler, mãe de quatro dos seus filhos. Ao longo dos anos, ela colocou-o fora de casa várias vezes.

Atualmente, e desde setembro do ano passado, Boris tem uma relação assumida com Carris. Os dois vivem entre as duas casas de ambos, em Londres e Oxfordshire, respetivamente.

 

LEIA MAIS

Doente morre após queda da cama no Hospital de Santa Maria

A mensagem arrepiante da mãe de Luana, a menina que morreu na passagem de nível em Barcelos

Impala Instagram


RELACIONADOS