44.ª edição do Portugal Fashion fecha com moda infantil, Alexandra Mora e Marques’Almeida

As crianças e a moda infantil vão invadir hoje a Alfândega do Porto, no último dia do 44.º Portugal Fashion, que encerra com a estreia em Portugal de “Bestiário”, a nova coleção da ‘designer’ Alexandra Moura.

44.ª edição do Portugal Fashion fecha com moda infantil, Alexandra Mora e Marques'Almeida

44.ª edição do Portugal Fashion fecha com moda infantil, Alexandra Mora e Marques’Almeida

As crianças e a moda infantil vão invadir hoje a Alfândega do Porto, no último dia do 44.º Portugal Fashion, que encerra com a estreia em Portugal de “Bestiário”, a nova coleção da ‘designer’ Alexandra Moura.

O “Portugal Kids FW powered by ModaPortugal” acontece neste último dia do 44.º Portugal Fashion e trata-se de uma das principais novidades desta edição, com dois desfiles dedicados totalmente à moda infantil, que estão marcados para as 10:30 e 11:30, na Alfândega do Porto.

Ao início da tarde, pelas 14:00, os ‘designers’ Marta Marques e Paulo Almeida, oriundos de Felgueiras – a dupla Marques’Almeida que se estreou na última edição nacional do Portugal Fashion em outubro de 2018, depois de terem estado presentes em setembro na semana da moda de Paris -, regressam ao Porto para apresentarem uma coleção marcadamente de ‘street wear’, com gangas, vestidos longos, saias e sweatshirts com silhuetas, formas, sobreposições e padrões inusitados, mas sem deixar de refletir as referências punk britânicas e uma interpretação própria de Portugal.

Pelas 15:00 está marcado o desfile da ‘designer’ portuguesa Alexandra Moura, que apresenta “Bestiário”, a nova coleção para o próximo outono/inverno 2019-20, inspirada no trabalho da ceramista portuguesa Rosa Ramalho.

Alexandra Moura participou recentemente, pela primeira vez, na semana da moda de mulher de Milão (Itália), e partilhou o palco com marcas como Gucci, Prada e Armani.

Na coleção vão encontrar-se detalhes inspirados nas criaturas fantásticas criadas pela ceramista Rosa Ramalho e materiais como o tule, flanela de algodão, lã, bombazine, jersey metálico e a ganga.

A 44.ª edição do Portugal Fahion termina com os desfiles dos ‘designers’ e dois ex-bloomers, Carla Pontes e David Catalán.

Carla Pontes vai apresentar, pelas 16:00, a coleção “Remember where you come from”, um trabalho que se enquadra na ‘slow fashion’, um movimento que valoriza as tradições locais e defende a sustentabilidade da indústria da moda.

A encerrar os mais de 30 desfiles de mais de 50 criadores de marcas que passaram por este Portugal Fashion está David Catalán, que apresenta a coleção “Still alive”, às 17:00, onde se vão conjugar peças clássicas com vestuário mais desportivo e onde os tons mais marcantes vão ser os beges, cor tijolo, pretos e castanhos.

O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), desenvolvido em parceria com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal e é financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 — Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

CCM // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS