20 pessoas sob isolamento profilático em hospital de Lisboa devido ao coronavírus continuam bem

As 20 pessoas que estão em isolamento profilático no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, devido ao novo coronavírus, continuam bem de saúde e sem sintomas de infeção.

20 pessoas sob isolamento profilático em hospital de Lisboa devido ao coronavírus continuam bem

20 pessoas sob isolamento profilático em hospital de Lisboa devido ao coronavírus continuam bem

As 20 pessoas que estão em isolamento profilático no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, devido ao novo coronavírus, continuam bem de saúde e sem sintomas de infeção.

Lisboa, 07 fev 2020 (Lusa) – As 20 pessoas que estão em isolamento profilático no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, devido ao novo coronavírus (2019-nCov), continuam bem de saúde e sem sintomas de infeção, afirmou hoje a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

“Estão todos bem e assintomáticos (…), numa situação estável e tranquila”, afirmou Graça Freitas, em conferência de imprensa, em Lisboa, onde foi feito novo balanço sobre o surto de doença respiratória aguda pelo novo coronavírus na China.

O grupo de cidadãos – 18 portugueses e duas brasileiras – chegou no domingo ao aeroporto militar de Figo Maduro, em Lisboa. Todos estiveram na cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto.

Com o seu consentimento, vão estar sob isolamento profilático enquanto decorrer o período de incubação (até ao aparecimento de sintomas de infeção) do novo coronavírus. O período, de 14 dias, termina em meados de fevereiro.

Graça Freitas reafirmou hoje que o grupo fará novos testes de despistagem do 2019-nCov nas vésperas do fim do isolamento. As primeiras análises deram resultado negativo.

Na quinta-feira, as quatro pessoas que estavam sob isolamento em instalações no Parque Saúde de Lisboa foram transferidas, a seu pedido, para o Hospital Pulido Valente, juntando-se às restantes 16.

No hospital, em áreas reservadas para o efeito, podem fazer exercício físico e circular no exterior com máscaras de proteção.

A China elevou hoje para 637 mortos e mais de 31 mil infetados o balanço do surto do 2019-nCoV, que começou em dezembro na cidade de Wuhan, colocada sob quarentena, de acordo com dados atualizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nas últimas 24 horas, registaram-se 73 mortes e 3.151 novos casos.

Além do território continental da China e das regiões de Macau e Hong Kong, há 270 casos de infeção confirmados em mais 24 países e um morto (Filipinas), segundo o relatório mais recente da OMS, hoje divulgado.

A OMS declarou, há uma semana, o surto como uma emergência de saúde pública internacional face ao risco elevado de propagação do novo coronavírus (família de vírus que causa infeções respiratórias como a pneumonia) à escala global.

A emergência internacional implica a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.

ER // HB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS