Atenção! Preço do azeite vai aumentar

Produtores do Alentejo, região com mais olival e que produz 70 a 80% do azeite nacional, admitem aumento do preço do azeite em 2017, após a quebra de produção de azeitona na última campanha

Atenção! Preço do azeite vai aumentar

Atenção! Preço do azeite vai aumentar

Produtores do Alentejo, região com mais olival e que produz 70 a 80% do azeite nacional, admitem aumento do preço do azeite em 2017, após a quebra de produção de azeitona na última campanha

O preço do azeite vai aumentar, mas nem tudo é mau, a qualidade também será superior.

A Cooperativa de Olivicultores de Borba, com cerca de 600 associados e uma das principais do Alentejo, assume a diminuição da produção de azeite na campanha de 2016/2017,  havendo assim uma reflexão directa no preço do azeite.

“Infelizmente, o ano de 2016 foi, do ponto de vista climatérico, muito mau para a agricultura e provocou baixas de produção em vários setores, designadamente no azeite”, revelou o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, à agência Lusa, acrescentando ainda que “quando a produção cai os preços tendem a subir”.

Menos azeite, mas de melhor qualidade

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou já a  17 de Fevereiro, que a estimativa é de que produção de azeitona para azeite  no nosso país, deverá ter caído 30% em 2016, para um total na ordem das 491 mil toneladas, mas com azeite “de boa qualidade”.

Mas afinal, de quem é a culpa? Das chuvas de Maio, que afectaram a floração das árvores,  e dos calores tardios, sobretudo em Setembro, que diminuíram o rendimento da azeitona. Diz ainda o grupo Sovena -detentor de marcas como a Oliveira da Serra e com 10 mil hectares plantados de olival-  que há menos oferta de azeite, mas não só em Portugal. Também outros países como Itália sofrem do mesmo mal.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS