Afastado para já fim total das restrições impostas durante a pandemia

É a próxima reunião do Infarmed que vai ditar a próxima fase de desconfinamento. Será dentro de três semanas, quando se prevê que 85% da população esteja totalmente vacinada contra a covid-19. Aí, o Governo reunirá os peritos para tomar decisões.

Afastado para já fim total das restrições impostas durante a pandemia

Afastado para já fim total das restrições impostas durante a pandemia

É a próxima reunião do Infarmed que vai ditar a próxima fase de desconfinamento. Será dentro de três semanas, quando se prevê que 85% da população esteja totalmente vacinada contra a covid-19. Aí, o Governo reunirá os peritos para tomar decisões.

É a próxima reunião do Infarmed que vai ditar a próxima fase de desconfinamento. Será dentro de três semanas, quando se prevê que 85% da população esteja totalmente vacinada contra a covid-19. Aí,  o Governo reunirá os peritos para tomar decisões.

Qualquer que seja a decisão, porém, está afastada a possibilidade de serem levantadas todas as restrições impostas aos portugueses desde o início de 2020. “A pandemia ainda existe”, disse Mariana Vieira da Silva, após o Conselho de Ministros de ontem.

“No final do mês, a intenção do Governo é que se realize uma nova reunião do Infarmed para debater este novo patamar e as medidas que se devem aprovar neste momento”, declarou.

“Cabe a cada um de nós cumprir o que é recomendado. Não podemos assumir o final total das restrições, porque a pandemia ainda existe e não foi declarado o seu fim. O que acontece é que atingimos um patamar que permite o levantar de algumas restrições”, reforçou.

De relembrar que segunda-feira já não será obrigatório andar de máscara na rua, sempre que não seja possível manter uma distância de dois metros de outras pessoas. A partir de segunda-feira, a DGS recomenda que sejam usadas em “aglomerados previsíveis ou potenciais de pessoas” ou se a pessoa tiver algum problema de saúde, esclareceu a DGS à Lusa.

 

VEJA AGORA
Covid-19: Máscaras obrigatórias no ensino superior e horários alargados
Covid-19: Máscaras obrigatórias no ensino superior e horários alargados
Governo divulgou as orientações às instituições do ensino superior, destinadas a assegurar “condições seguras” para atividades presenciais e estipulando a obrigatoriedade do uso de máscara. E recomenda fortemente a vacinação (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS