Acidente na Madeira. Trasladação dos corpos para a Alemanha já começou

A trasladação dos corpos das vítimas do acidente na Madeira para a Alemanha já começou. Um avião C130 da Esquadra 501 Bisonte da Força Aérea Portuguesa (FAP) iniciou hoje o processo.

Acidente na Madeira. Trasladação dos corpos para a Alemanha já começou

Acidente na Madeira. Trasladação dos corpos para a Alemanha já começou

A trasladação dos corpos das vítimas do acidente na Madeira para a Alemanha já começou. Um avião C130 da Esquadra 501 Bisonte da Força Aérea Portuguesa (FAP) iniciou hoje o processo.

Um avião C130 da Esquadra 501 Bisonte da Força Aérea Portuguesa (FAP) iniciou hoje o processo de trasladação dos corpos do acidente de 17 de abril, no Caniço, na Madeira, que vitimou 29 turistas alemães. O tenente-coronel Manuel Costa, porta-voz da FAP, disse à agência Lusa que o C130 aterrou hoje logo pela manhã no Aeroporto da Madeira Cristiano Ronaldo com a missão de transportar para Frankfurt, na Alemanha, os primeiros 18 dos 29 corpos das vítimas mortais do acidente.

«Sim tivemos um C130 da Esquadra 501 Bisonte no Aeroporto da Madeira com a missão de transportar 18 corpos para Frankfurt, na Alemanha», confirmou.  De acordo com o tenente-coronel Manuel Costa, «a operação será concluída amanhã [quinta-feira, com o transporte dos restantes 11 corpos] numa operação idêntica à de hoje, depois do descanso da tripulação».

Os corpos foram transportados do Hospital Dr. Nélio Mendonça para o Aeroporto da Madeira em carros funerários.

O secretário regional da Saúde do Governo Regional da Madeira, Pedro Ramos, disse, por seu lado, que o processo está a correr como o previsto e «no dia de hoje iniciou-se o procedimento de trasladação das vítimas mortais em articulação com a Força Aérea Portuguesa, [já que] o Governo central tinha disponibilizado este avião para transportar as vítimas mortais em direção à Alemanha».

«As formalidades foram cumpridas no que diz respeito à parte da Medicina Legal, do Ministério da Justiça, do Ministério Público, articulado com as agências funerárias da região sob a jurisdição da PSP que serviu de batedor para que os carros chegassem ao aeroporto num curto espaço de tempo», acrescentou.

«Conduzimos este processo final com a mesma seriedade e responsabilidade com que fizemos a transferência dos feridos para o seu país», realçou.

O acidente fez ainda 27 feridos, dois dos quais de nacionalidade portuguesa. No Hospital Dr. Nélio Mendonça mantém-se ainda internada a guia portuguesa que acompanhava os turistas. Os 25 feridos alemães foram, entretanto, encaminhados para a Alemanha, 12 dos quais num avião hospital da Força Aérea alemã. O motorista do autocarro já teve alta.

LEIA MAIS

Identidade de mulher morta no acidente na Madeira foi trocada

Previsão do tempo para quinta-feira, 2 de maio

 

Impala Instagram


RELACIONADOS