António Costa não avança, para já, com a requisição civil antecipada. Mas deixa aviso

Primeiro-ministro afirmou este sábado que, para já, não avança com a requisição civil antecipada. Mas avisa que “o Governo tem de se preparar para o pior” e irá “agir sempre de forma adequada e proporcional às necessidades”.

António Costa não avança, para já, com a requisição civil antecipada. Mas deixa aviso

António Costa não avança, para já, com a requisição civil antecipada. Mas deixa aviso

Primeiro-ministro afirmou este sábado que, para já, não avança com a requisição civil antecipada. Mas avisa que “o Governo tem de se preparar para o pior” e irá “agir sempre de forma adequada e proporcional às necessidades”.

Primeiro-ministro afirmou este sábado que, para já, não avança com a requisição civil antecipada. Mas avisa que “o Governo tem de se preparar para o pior” e irá “agir sempre de forma adequada e proporcional às necessidades”, sublinhando que “num regime democrático não há direitos absolutos.

LEIA DEPOIS
Tornado no Luxemburgo provoca vários estragos, Portugueses com casas destruídas (vídeo)

António Costa deixa aviso

António Costa, que chamou para este encontro de trabalhos o ministro do Trabalho Vieira da Silva, o ministro do Ambiente, José Matos Fernandes, mas também Augusto Santos Silva, ministros dos Negócios Estrangeiros, Eduardo cabrita, ministro da Administração Interna e ainda João Gomes Cravinho, ministro da Defesa e o secretário de Estado das infraestruturas, espera que sejam cumpridos os serviços mínimos, caso a greve avance, salienta que as Forças de Segurança e Forças Armadas estão preparadas para todas as situações, mas mesmo com o serviços mínimos “esta greve não deixará de afetar o dia a dia dos portugueses.” O primeiro-ministro apontou ainda que tem estado em permanente contacto com Marcelo Rebelo de Sousa.

Motoristas não desistem

O primeiro plenário do Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) já terminou e decide mesmo avançar para a greve a partir de 12 de agosto. Jorge Cordeiro, presidente do sindicato, garantiu que não vai haver qualquer oposição aos serviços mínimos, por parte dos motoristas, e que a greve será feita de forma civilizada e “nem podia ser de outra maneira”. Sindicato de motoristas aprova greve por unanimidade

O plenário do Sindicato Independente de Motoristas de Mercadorias (SIMM) em Leiria já terminou. O presidente, Jorge Cordeiro, anunciou que foi aprovada por unanimidade a “manutenção da greve”. Entretanto, os motoristas seguem de Leiria para Aveiras, para se juntarem ao plenário da tarde.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para Sábado, 10 de agosto

Impala Instagram


RELACIONADOS