Usar lingerie: sim ou não? A resposta é surpreendente

A ausência de lingerie é vista como algo libertador para quem toma esta opção. Mais do que a questão estética, importa discutir os benefícios ou riscos da falta de roupa interior. E a resposta ao uso (ou não) de lingerie é surpreendente.

Usar lingerie: sim ou não? A resposta é surpreendente

Usar lingerie: sim ou não? A resposta é surpreendente

A ausência de lingerie é vista como algo libertador para quem toma esta opção. Mais do que a questão estética, importa discutir os benefícios ou riscos da falta de roupa interior. E a resposta ao uso (ou não) de lingerie é surpreendente.

Usar lingerie: sim ou não? A resposta a esta pergunta divide as pessoas em dois grupos. Os defensores acérrimos do uso de roupa interior. E aqueles que são mais libertadores. Que não escondem que preferem dispensar o uso de lingerie. Só falta saber quem é que está certo. A ausência de roupa interior está normalmente associada a questões estéticas. Como é o caso de marcas que se notam na roupa, apenas para dar um exemplo. Mas uma ginecologista defende que as mulheres devem deixar de usar roupa interior.

Beijar quatro minutos por dia é o mesmo do que lavar os dentes e passar fio dental
Especialista refere que beijar alguém quatro minutos por dia faz maravilhas pela saúde da boca e que equivale ao mesmo do que lavar os dentes e passar fio dental (… continue a ler aqui)

“Não é bom ter a zona íntima sempre apertada”, refere, em declarações ao site Health, Donnica Moore. “Tal como outras partes do corpo, essa zona também precisa de apanhar ar”, explica a ginecologista. É certo que as mulheres usam roupa interior há muitos anos, mas Donnica Moore defende que o calor e transpiração motivados pela roupa interior, associados a tecidos que não permitem respiração, podem levar a infeções.

“Tal como outras partes do corpo, essa zona [íntima] também precisa de apanhar ar”, explica a ginecologista.

Por outro lado, a médica não esconde que a ausência de roupa interior pode provocar irritação. Especialmente quando tecidos pouco suaves, como é o caso de calças de ganga, estão em contacto com a vulva. Porém, Donnica Moore defende que os riscos de não usar lingerie são muito poucos, enquanto os benefícios são imensos. A ginecologista aconselha ainda a uma habituação por etapas. Começar por dormir sem roupa interior, por exemplo.

A médica partilha ainda alguns conselhos para as mulheres que dizem ser incapazes de não usar lingerie. Que passam por evitar ficar a descansar com roupa interior suada, preferir roupa interior de algodão e pouco justa, evitar fibras como o nylon e não utilizar sabonete, gel de banho, e produtos de higiene íntima excessivamente aromatizados.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Ana Maria Moroz/Pexels

Impala Instagram


RELACIONADOS