Tapas aqui, tapas acolá: uma rota de fazer crescer água na boca

Entrámos num Tuk Tuk e andámos de restaurante em restaurante a provar tapas. A cerveja Estrella Damm fez-nos companhia e ficámos com (muita) vontade de repetir.

Tapas aqui, tapas acolá: uma rota de fazer crescer água na boca

Entrámos num Tuk Tuk e andámos de restaurante em restaurante a provar tapas. A cerveja Estrella Damm fez-nos companhia e ficámos com (muita) vontade de repetir.

O nome era sugestivo, assim como o conceito. Andar de restaurante em restaurante a provar tapas acompanhadas pela cerveja Estrella Damm. Embarcámos na aventura e provámos quatro tapas. Desde o croquete de feijoada, à trouxa de alheira até ao preguinho chamado “malandreco”.

3 euros, uma tapa e uma cerveja

A 9ª edição da Rota de Tapas Estrella Damm realiza-se em Lisboa entre 18 de maio e 4 de junho. Mantendo o formato das anteriores edições, por três euros tem direito a uma tapa e uma cerveja Estrella Damm.

Os mais corajosos (e comilões) podem provar as tapas dos 29 restaurantes participantes. A deslocação entre locais pode ser feita a pé ou de Tuk Tuk.

Um grupo até seis amigos, com um carimbo no mapa da Rota de Tapas Estrella Damm (disponível em todos os restaurantes) pode apanhar boleia para o bairro seguinte num dos três terminais, de quinta a sábado entre as 19h00 e as 23h00. Estes são:

• Cais do Sodré (mercado da Ribeira)
• Rua Garrett, Chiado (junto à Bertrand)
• Miradouro São Pedro de Alcântara

E há uma surpresa! Quem conseguir juntar três carimbos de diferentes restaurantes pode habilitar-se a ganhar uma viagem a Barcelona para duas pessoas, de modo a vivenciar a arte de tapear no seu país de origem.

As tapas provadas (e aprovadas)

Nesta viagem tapeámos quatro iguarias – que podem ser vistas e revistas na galeria.

1) ‘Slowpy Jo’ no Tapa Bucho

Para começar o percurso, o Tapa Bucho serviu-nos pá de porco assada a baixa temperatura com molho de barbecue damm em pão Bijou. Quentinha e acabada de fazer, esta tapa fez-nos imaginar que o resto da viagem seria muito apetitosa.

Este é um restaurante que está na rota desde o início e fica na rua dos Mouros, 19/21.

2) ‘Brasileirinho’ no Bossa

Chegou a hora da espetadinha de churrasco de picanha, croquete de arroz, do croquete de feijoada e da mandioca palha com vinagrete picante. A originalidade somou pontos à experiência e houve quem repetisse.

Na rua do Jasmim, 16.

3) ‘Malandreco’ n’Os Bons Malandros

O nome está no diminutivo, mas o sabor é de aumentar a água na boca. Comemos um preguinho com cogumelos salteados e molho Roquefort e aconselhamos a provar.

Na rua da Bica Duarte Belo, 51

4) ‘A nossa trouxa’ no Pop Out the Can

Para terminar a viagem, a alheira uniu-se aos cogumelos. Ouviu-se a massa crocante a estalar e ficámos rendidos. A trouxa ‘deles’ é de alheira de caça e cogumelos com cebola roxa caramelizada e ovo de codorniz a cavalo. Uma conjugação perfeita!

Este restaurante é uma estreia na Rota e fica rua da Bica de Duarte Belo, 31.

Quatro anos, quatro locais e nove edições

A Rota de Tapas teve início em 2013, apenas em Lisboa. Ao longo dos anos foi alargando território e, agora, está também em Faro, Porto e Braga.

No total já são mais 100 restaurantes de norte a sul do país, onde se pode viver esta experiência de tapear com a Estrella Damm.

“A Rota de Tapas é já um evento gastronómico com muita relevância em Lisboa e o público aguarda ansiosamente pelas novidades para reunir os amigos e partir à descoberta. Por apenas três euros, é possível saborear as melhores tapas e percorrer ruas e bairros históricos e de vários encantos”, revela Elsa Cerqueira, Marketing Manager da Estrella Damm.

Percorra a galeria e prepare-se para abrir o apetite.

 

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: DR

Impala Instagram


RELACIONADOS