Sonhos preveem acontecimentos futuros, diz neurocientista

Tal só é possível devido à precognição, a visão de um facto que vau acontecer num futuro próximo ou até remoto.

Sonhos preveem acontecimentos futuros, diz neurocientista

Sonhos preveem acontecimentos futuros, diz neurocientista

Tal só é possível devido à precognição, a visão de um facto que vau acontecer num futuro próximo ou até remoto.

Sabia que é mesmo possível os sonhos revelarem situações futuras? Quem o diz é Julia Mossbridge, neurocientista cognitiva e psicóloga experimental. E tal só é possível devido à precognição, a visão de um facto que vau acontecer num futuro próximo ou até remoto.

A neurocientista estudou durante 15 anos o fenómeno da precognição e chegou à conclusão de que o corpo e a mente dão sinais inconscientes acerca do futuro. Num artigo escrito por Julia no Daily Mail, a psicóloga experimental, explica que este fenómeno lhe “salvou a vida” e a ajudou a precaver-se de acidentes graves, bem como a toda a sua família.

O que é a precognição?

Segundo Julia Mossbridge, “a precognição pode ser pensada como uma forma de viagem mental no tempo. É como um puxão do futuro”. E para a maioria das pessoas, este fenómeno acontece durante a atividade noturna do cérebro. “Os sonhos precognitivos são a experiência psíquica mais comummente relatada, com as pesquisas a sugerirem que 15% a 30% das pessoas os vivenciaram. Os acontecimentos previstos neles parecem acontecer em cerca de 40% do tempo no dia seguinte ao do sonho”, explica.

Para explicar o modo como o fenómeno se pode manifestar, a cientista dá exemplos. Hayley Grinnell, pessoa próxima de Julia, sonhou que um amigo seu tinha ganho 500 libras. No dia seguinte, Hayley enviou uma mensagem ao amigo com quem tinha sonhado a contar-lhe o que tinha acontecido. No dia seguinte, o amigo pediu à sua melhor que fosse ao bingo onde esta acabou por ganhar… as 500 libras.

Mossbridge refere ainda que é possível algumas pessoas aprimorarem as suas habilidades precognitivas e fazê-las render. “Algumas pessoas podem, e sim, algumas pessoas já ganham dinheiro. Sei de um pequeno número que ajuda corporações sobre como as decisões pode influenciar o valor da empresa. Também sei de quem trabalhou com autoridades para prever a localização de pessoas desaparecidas ou de suspeitos”, indica.

“Prever o futuro é uma função essencial do sistema nervoso humano”

A cientista liderou uma equipa da Universidade de Northwestern que analisou 26 ensaios publicados nos últimos 32 anos e onde foi estudada a alegação de que a fisiologia humana é capaz de prever acontecimentos. “Ficou claro que o corpo humano passa por mudanças antecipadas a futuros eventos importantes e alerta as nossas mentes não conscientes, uns segundo antes, para que é provável que aconteça”,  pode ler-se no artigo.

“Prever o futuro é uma função essencial do sistema nervoso humano. Por exemplo, se ouvirmos um cão a ladrar enquanto fazemos uma caminhada, não é precognitivo, mas ainda assim ‘prevemos’ que podemos ver um cão ao virar a esquina. Estas ‘previsões’ podem fazer diferença entre a vida e a morte”, escreve Julia. No entanto, “ninguém pode ter 100% de certeza que a procognição existe”, mas para a cientista “a evidência é muito clara”.

Mulheres têm tantos sonhos eróticos quanto os homens

O mito de que o homem tem um interesse muito maior por sexo do que a mulher é quase tão velho como o próprio homem. Nos últimos anos essa teoria está a ser desconstruída (…continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS