É este o tempo que tem de correr para reduzir o risco de morte prematura

Novo estudo revela que correr semanalmente reduz o risco de morte prematura e traz muitos benefícios para a saúde.

É este o tempo que tem de correr para reduzir o risco de morte prematura

É este o tempo que tem de correr para reduzir o risco de morte prematura

Novo estudo revela que correr semanalmente reduz o risco de morte prematura e traz muitos benefícios para a saúde.

Gosta de correr? Então, a ciência tem excelentes notícias para si. Se não é muito dado a corridas, talvez fique com vontade de adotar este hábito saudável até ao final deste texto. E começamos por dizer que uma nova pesquisa comprova que correr semanalmente é algo que pode aumentar, e muito, a esperança de vida, trazendo ainda muitos benefícios para a saúde.

Diversos investigadores compilaram dados de 14 estudos que acompanharam 232 mil pessoas. Que tiveram a sua saúde estudada ao detalhe durante um período de tempo que vai dos três anos e meio aos 35 anos. O resultado deste trabalho deu origem a um novo estudo, publicado no British Journal of Sports Medicine.

Gosta de correr? Este artigo é para si

Estes novos dados revelam que correr ajuda a reduzir o risco de morte prematura em 27%. Reduz ainda, em 30%, o risco de morte por doença cardiovascular. E ainda o risco de morte, provocado por qualquer tipo de cancro, em 23%. E não pense que terá de correr uma maratona para que possa fazer parte destas estatísticas. De acordo com o estudo, bastam 50 minutos por semana. Ou seja, se descontarmos o fim-de-semana, estamos a falar de 10 minutos por dia.

Além disso, correr a uma velocidade mais lenta do que 10 minutos por cada 1,6 quilómetros (durante os 50 minutos semanais) é algo que faz com que tenha benefícios para a saúde parecidos aqueles que consegue obter com treinos mais intensos. O que não significa que aqueles que correm mais do que isto tenham de reduzir a corrida que fazem habitualmente.

Impala Instagram


RELACIONADOS