É por esta razão que os portugueses mais viajam

Com a chegada do bom tempo e cada vez menos restrições, entramos numa nova etapa de pós-pandemia em que a vontade de viajar se reaviva ainda mais.

É por esta razão que os portugueses mais viajam

É por esta razão que os portugueses mais viajam

Com a chegada do bom tempo e cada vez menos restrições, entramos numa nova etapa de pós-pandemia em que a vontade de viajar se reaviva ainda mais.

Com a chegada do bom tempo e cada vez menos restrições, entramos numa nova etapa de pós-pandemia em que a vontade de viajar se reaviva ainda mais. Assim sendo revelamos agora os resultados de um estudo realizado pela eDreams com o objetivo de perceber como se sentem os viajantes em relação às suas férias em 2022.

Quando questionados sobre as principais razões que os levam viajar, os Portugueses mostram uma clara preferência pela necessidade de relaxar e focar-se no seu bem-estar (86%). Esta é uma percentagem 70% superior à registada num inquérito similar realizado em setembro de 2020 – nesse momento, apenas 16% dos portugueses viajava com o propósito de cuidar melhor de si –, o que nos demonstra a mudança de prioridades trazida pela evolução da pandemia.

Para além disso, também afirmam viajar para conhecer a cultura dos sítios que visitam (59%), para socializar, visitar amigos e família e conhecer novas pessoas (53%), ou pela expectativa de viver novas aventuras (51%).

Os hábitos dos viajantes também mudaram com a pandemia

O estudo quis ainda por perceber o que mudou para os viajantes em relação às férias do pré-pandemia, em pontos como a gastronomia ou as redes sociais, por exemplo.

Quase metade (48%) dos Portugueses afirma que a forma como pensa em comida mudou o planeamento das suas férias. Como é que tal acontece? Agora, um quarto dos inquiridos (25%) diz procurar alojamento com cozinha, para poder confecionar refeições. Pelo contrário, apenas 16% diz querer ir mais a restaurantes do que antes; e outros 10% pretendem aprender a cozinhar comida local nas suas férias.

Já no que diz respeito à utilização de redes sociais durante as viagens, a pandemia parece não ter alterado muito as intenções dos portugueses: a grande maioria (68%) diz que, nas suas férias de 2022, utilizará as redes sociais tanto como antes. Apenas 16% dizem ir utilizá-las mais; e só 10% pretende reduzir a sua utilização em relação ao que fazia anteriormente.

Em suma, este mais recente estudo permite perceber que o panorama é positivo, a nível global, no que toca às perspectivas de viagens em 2022. Num momento que permanece incerto, as pessoas sentem-se colocam o seu bem-estar em primeiro lugar, sabendo que viajar é um dos melhores “remédios” para o corpo e a mente.

Gosta de viajar? Saiba quais as companhias aéreas com as melhores classes executivas

Viajar confortavelmente, sentir-se mimado e chegar ao seu destino descansado é o sonho de muitas pessoas, mesmo que ainda seja um luxo a que nem todos podem chegar (…continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS