Quinta dos Machados: O oásis a 40 minutos de Lisboa que lava a alma num fim-de-semana

O Portal de Notícias foi passar um fim-de-semana à Quinta dos Machados Country House & Spa e descobriu neste cantinho em Mafra o local perfeito para relaxar sozinho, a dois ou em família

Quinta dos Machados: O oásis a 40 minutos de Lisboa que lava a alma num fim-de-semana

O Portal de Notícias foi passar um fim-de-semana à Quinta dos Machados Country House & Spa e descobriu neste cantinho em Mafra o local perfeito para relaxar sozinho, a dois ou em família

Uma escapadinha por vezes é tudo o que precisamos para acabar com o cansaço acumulado, o stress e o peso da monotonia. No entanto, o local para fazer este ‘detox’ contra a fadiga não se consegue em qualquer lado. O Portal de Notícias esteve na Quinta dos Machados Country House & Spa e encontrou um pequeno refúgio onde 48 horas fazem milagres à alma e ao corpo. Um fim-de-semana com ar puro, acompanhado de massagens e com direito a um mergulho na piscina já é o suficiente para voltar à rotina com outro espírito.

Era uma vez uma quinta e um bosque encantado

Numa viagem de cerca de 40 minutos de Lisboa (para quem não prega a fundo), a escassez de prédios e o aumento exponencial de verde emoldurado no vidro do para-brisas do carro prepara-nos para a calma que nos espera na quinta. À chegada da propriedade, um portão abre o caminho para uma estrada com árvores de ambos os lados, digna de um filme. À medida que avançamos, começa a ser claro que as ansiedades e os milhares de coisas que deixámos por fazer, inevitavelmente, são bagagem que deixamos na recepção.

View this post on Instagram

📷 @joanajcp · · · Precisava de ar puro, de descontrair, de sentir o ar do campo. Comecei a procurar lugares que me pudessem oferecer conforto e encontrei a Quinta dos Machados! Muito verde, uma flora maravilhosa e várias luzinhas que se acendem ao anoitecer 💚 🔹 💚 #lisboa #lisbon #sintra #mafra #portugal #trip #travelphotography #explore #naturephotography #photograpfylover #shooters_pt #photoofday #igersportugal #igphoto #instiesgerador #wonderlustportugal #wonderlustlisbon #portugalcomefeitos #portugalemperspectiva #portugalemclicks #talentoportuguespt #revealportugal #explorelisbon #portugal_a_gramas #booking #turismo #turismodeportugal #quintadosmachados #loverdose #canon

A post shared by Quinta dos Machados (@quintadosmachados) on

Uma das primeiras imagens que temos é uma casa senhorial apoiada por modernas instalações. De forma harmoniosa, tornam-se o ponto de partida para os caminhos que vão dar a um bosque que ocupa 11 hectares dos 15 da propriedade. Com 29 quartos, as instalações da Quinta dos Machados são um casamento de sucesso entre o passado e os dias de hoje. O estabelecimento hoteleiro divide-se, portanto, em vários edifícios: uma casa construída no séc.XVII, considerada património histórico – onde se encontram salas de convívio e de eventos – dois apartamentos familiares e novas instalações construídas em 2015 com mais 12 quartos, um SPA, restaurante e piscina exterior.

Perto da construção mais recente, onde se encontra a recepção, salta logo à vista um forno a lenha, que promete (e cumpre) as delícias gastronómicas que a quinta oferece, e um pequeno jardim domesticado, perfeito para nos apercebemos que aqui o tempo tem outra velocidade e que a maioria de nós não sabe distinguir o canto das cigarras do dos grilos.

  

Cada quarto, cada qual

Feito o check-in, fomos espreitar os quartos. No novo edifício, que harmoniosamente se encaixa em quatro séculos de história, cada quarto tem um tema diferente inspirado numa parte da história da propriedade, região ou, simplesmente, num estado de espírito. Desde o quarto «Biblioteca de Mafra» (para quem encontra a melhor companhia nos livros) com exemplos de várias obras literárias clássicas emolduradas nas paredes, até ao quarto «Vitória», onde para além de ser prestada uma homenagem à expulsão dos franceses de Portugal, encontra-se uma banheira com vista panorâmica para o bosque.

  

Escolha o que escolher, uma coisa é certa: cada hospede irá sempre contar com duas prendas de boas-vindas: umas deliciosas bolachas de alfazema confeccionadas na quinta e uma Machadinha. Para os mais românticos, esta última oferta é provavelmente a melhor prenda que podem receber. A Machadinha – uma figura de uma cara desenhada num pau de madeira – vem com um papel em branco amarrado. Nesse papel, deverá escrever um sonho que quer que se realize e voltar a amarrar o pequeno pergaminho ao pau. Depois, segundo reza a lenda, só tem de guardar a Machadinha até que o seu desejo se realize.

«Machadinha: a guardadora de sonhos. Aproveite que está no nosso lugar encantado e escreva os sonhos. Depois, guarde-os na Machadinha na certeza de que se vão realizar», pode ler-se no ‘manual de instruções’ deixado aos hóspedes.

Mas como sonhar é para todos, a quinta é um estabelecimento inclusivo que tem todas as instalações pensadas para hóspedes com mobilidade reduzida ou com outras limitações. Existem seis quartos adaptados que não perdem o toque de magia que a decoração inspira e todas as indicações nos edifícios também estão escritas em Braille.

«Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir»

«Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir», já dizia Fernando Pessoa, através do seu heterónimo Álvaro de Campos. A Quinta dos Machados faz questão de dar vida a esta ideia, proporcionando uma série de atividades e experiências acessível para todos. O nosso site aceitou o desafio e aventurámos-nos no percurso sensorial disponibilizado para qualquer hóspede (sem custos adicionais). Pure é o nome desta rota que nos leva a conhecer o bosque da quinta através dos sentidos. Na recepção é dado um guia que nos indica como realizar esta viagem pelos cinco sentidos, através da Natureza. O objectivo deste manual é também ser uma espécie de diário da experiência, no qual podemos apontar pensamentos e notas sobre as sensações que nos esperam.

Pela floresta de pinheiros e sobreiros, deparamos-nos com vários pontos de paragem sinalizados ao longo do caminho que nos convidam a nos focarmos em cada sentido, ou seja, na visão, audição, olfato, tacto e paladar. Em cada etapa, somos desafiados a realizar uma determinada tarefa. Desde tocar em gigantes xilofones de madeira, a cheirar várias ervas aromáticas.

  

Ao longo do caminho, vamos descobrindo no bosque uma variedade de cadeiras, espreguiçadeiras e pequenas estruturas todas em madeira para quem quer fazer uma pausa ou apenas desfrutar e contemplar a Natureza, à parte da atividade. E sim, também há redes, inclusive para três pessoas, para poder baloiçar ao ritmo da floresta. No final do percurso sensorial, chegamos ao topo da colina, onde a vista para terrenos agrícolas e outros terrenos verdes transmite uma calma completa. Neste local, somos convidados, pelo guia, a meditar ou apenas a apreciar a beleza que nos rodeia.

Para esta atividade, que dura entre 35 a 50 minutos, é também disponibilizado um veículo eléctrico, semelhante a um carrinho de golfe adaptado, que permite transportar passageiros com qualquer tipo de limitação física, temporária ou permanente. Para além desde carro, a quinta ainda dispõe de uma Joelette – cadeira todo-o-terreno mono-roda concebida para pessoas com mobilidade reduzida.

Aproveitando o bom tempo, fizemos uma aula de Yoga ao ar livre. Para além desta atividade, o hotel também dispõe de outras aulas de mindfulness ou com uma vertente mais holística que vão surgindo na agenda da quinta. Se estiver com crianças, a Quinta dos Machados organiza ainda uma caça ao tesouro para fazer pela propriedade em família.

Para quem quiser aproveitar o Spa, recomendamos a massagem Zen e o circuito de banho turco, sauna e por fim  jacuzzi.

 

Mas se para uns relaxar traduz-se em massagens e Yoga, para outros pode significar descarregar todas as energias num exercício físico com mais acção. Se este é o seu caso, não se preocupe, a Quinta dos Machados é também um bikehotel. Ou seja, poderá experimentar um dos três itinerários para bicicletas sugeridos pela quinta. Os percursos estão divididos por graus de dificuldade e por passagens de pontos de interesse localizados nas redondezas da propriedade. Basta pedir na recepção os guias e encontrará um mapa com os itinerários, com informações úteis como os quilómetros de casa caminho, o grau de inclinação que se irá deparar nos mesmos, a altitude e, como referido pontos de paragem de interesse.

 

Uma nova carta para descobrir

O Restaurante “Cantinho dos Sabores”, comandado pelo Chef António Amorim, é outro dos cantos do hotel que nos leva para uma verdadeira viagem pelos sentidos. O restaurante de cozinha tradicional com um toque de modernidade baseada no uso dos produtos regionais e da época, encontra-se nas instalações mais recentes do espaço. Luzes, velas e flores compõem todo um ambiente vintage que é envolvido pela própria natureza que podemos observar da mesa.

Para entrada aconselhamos as suaves chamuças de queijo de cabra, alho francês e avelãs. Na nova carta, como prato principal, experimentámos as espetadas de novilho, cebola roxa, milho e cogumelos (que se desfazem na boca) acompanhadas de batatas fritas caseiras e, para sobremesa, uma leve pêra bêbeda em açafrão. Não deixe de experimentar também o bacalhau com migas de feijão frade e couve. Para os verdadeiros gulosos, o crumble de chocolate, com morangos e com gelado de baunilha é completamente obrigatório. Para vegetarianos ou veganos, há várias alternativas, sendo que o hambúrguer de grão é a especialidade.

Pêra bêbeda em Açafrão

O “Cantinho dos Sabores” (ou melhor cantinho dos pecados) também está aberto a clientes externos. Desde março deste ano que a unidade também organiza jantares vínicos, pensados para os amantes de vinhos descobrirem o que de melhor se faz na zona Oeste do país. Saiba todos os pormenores sobre estes jantares AQUI.

 

 

Informações:

Fundada no século XVII pela família Camarate, a atual Quinta dos Machados tem na génese a comercialização de produtos agrícolas. No ano 1755 foi adquirida pelos Machado, altura em que passou a denominar-se Quinta dos Machados. Como dado curioso, esta quinta chegou a ser quartel-general dos ingleses na época das invasões francesas.

Quanto?

Hotel: Dependendo da época e do quarto, uma noite para duas pessoas com pequeno-almoço incluído varia entre os 75 e 260 euros.
Restaurante: Preço médio por pessoa 25 euros.

Onde?

Morada: Quinta dos Machados, E.N. 8,
2665-006 Barras Azueira Portugal

Posso levar o meu animal de estimação?

Sim, a quinta acolhe animas de estimação de porte pequeno e médio. Os animais têm acesso aos quartos e ao espaço exterior.

Para mais informações e reservas:

Telefone: +351 261961279
Website: http://www.quintamachados.com
Email: quintamachados@quintamachados.com

Impala Instagram


RELACIONADOS