Portugueses «abusam» na hora de almoço. Saiba porquê

Especialistas apontam que os portugueses são aqueles que demoram mais a almoçar pela União Europeia. No entanto, as refeições não têm sido as melhores.

Portugueses «abusam» na hora de almoço. Saiba porquê

Especialistas apontam que os portugueses são aqueles que demoram mais a almoçar pela União Europeia. No entanto, as refeições não têm sido as melhores.

Os portugueses são os europeus que demoram mais tempo quando é hora do almoço, diz um estudo. Em média, as pessoas em Portugal demoram 58 minutos a almoçar, ao contrário dos polacos que demoram apenas 26 minutos. Os dados são da agência YouGov Plc.

LEIA DEPOIS
Mãe salva filho de 14 anos com doença terminal por lhe dar canábis às escondidas

Hora de almoço em Portugal é classificada como «desinteressante»

No entanto, a mesma entidade refere que a hora de almoço em Portugal é classificada como «desinteressante» porque um em cada quatro portugueses ingere sanduíches (33%) feitas em casa, sendo esta a refeição mais popular. Logo atrás, o nosso país costuma comer ao almoço saladas (33%) e massas (32%). Em alternativa, os portugueses têm aderido aos serviços de entrega no trabalho, onde solicitam muita comida oriental como o sushi, por exemplo. Este tipo de alimentos de rápida confeção são, em parte, comidos “à secretária” (17%) e ao mesmo tempo que trabalham (22%). Há ainda 3% de pessoas em Portugal que não almoçam por terem demasiado trabalho em mãos.

Funcionários a tempo inteiro na União Europeia trabalham em média 40,3 horas

«Segundo os dados mais recentes, um funcionário a tempo inteiro na União Europeia trabalha em média 40,3 horas. No entanto, estudos concluem que não é possível concentrar-se ou ser produtivo durante esse período de tempo sem uma pausa adequada. O declínio na tradicional “hora do almoço” significa que os trabalhadores não estão a ter a possibilidade de restabelecer energias e refrescar. É essencial que as pessoas façam boas escolhas no horário do almoço para garantir que sintam-se melhor durante o horário de trabalho», diz a especialista em nutrição Amanda Hamilton. Este estudo da YouGov Plc foi feito a partir da internet. Responderam 8058 cidadãos europeus com mais de 18 anos. Os países participantes foram a Roménia, Holanda, Itália, Portugal, Polónia, Suécia, Áustria, Bélgica e Espanha.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este domingo, 1 de setembro
Ângelo Rodrigues | «É mais fácil arranjar testosterona do que boleia», diz amigo

Impala Instagram


RELACIONADOS