As 9 perguntas que todos os casais devem fazer antes de casar

Está a pensar oficializar a relação? Então é melhor saber a resposta a estas nove perguntas antes de decidir casar.

As 9 perguntas que todos os casais devem fazer antes de casar

As 9 perguntas que todos os casais devem fazer antes de casar

Está a pensar oficializar a relação? Então é melhor saber a resposta a estas nove perguntas antes de decidir casar.

Casar é um dos passos naturais de uma relação a dois, mas que não deve ser encarado de forma leve. E por mais que os casais julguem saber tudo um sobre o outro, existem questões que devem ser colocadas antes do matrimónio. Até porque a resposta a estas perguntas irá ajudar a prever o futuro da relação e até a perceber se vale mesmo a pena apostar numa vida a dois.

Seis formas de descobrir se é bom na cama
Desenganem-se aqueles que acreditam que ser bom na intimidade passa por imitar o que se vê nos filmes ou pelo número de posições sexuais que se experimenta. O segredo é outro, descubra qual (… continue a ler aqui)

O jornal The New York Times criou uma lista com diversas questões que são essenciais para a vida a dois. Entre elas estão estas nove, aquelas que não podem mesmo ficar sem resposta no momento de pensar na vida a dois depois do casamento. E verdade seja dita que, mesmo sem casamento, todos os casais devem pensar nestes temas antes de apostar numa relação a longo prazo.

Filhos e finanças são temas que têm de ser discutidos a dois

1 – Como é que as famílias reagem em momentos de desacordo?
Diversos especialistas, como é o caso de Peter Pearson, defendem que o sucesso da relação tem por base a forma como se encaram as diferenças. Tal como podem ser moldadas com base na dinâmica das famílias. Saber se as famílias se exaltam em momentos de desacordo ou se resolvem tudo de forma calma irá ajudar a perceber como é que a outra pessoa irá lidar com situações semelhantes.

2 – Ter filhos é um desejo?
É um tema que pode fazer toda a diferença. E é por isso que os casais devem falar sobre ele de forma aberta e sincera, de modo a perceber se é um desejo de ambos. É positivo discutir temas como o desejo de ter filhos, quantos, em que momento da vida e como se imaginam enquanto pais.

3 – As relações antigas vão ajudar ou prejudicar a relação?
É frequente que os ex-namorados e namoradas sejam o centro de uma discussão ou mesmo um problema para a relação. Bradford Wilcox, diretor do National Marriage Project, defende que ter tido muitos relacionamentos sérios pode representar um maior risco para a relação devido à tendência de comparações. É aconselhável que os casais falem sobre as experiências anteriores para eliminar este obstáculo da relação.

A importância dada ao sexo também não pode ser ignorada

4 – As dívidas de um são dos dois?
Os casais devem decidir o que fazer com as finanças depois do casamento. E o conselho dos especialistas é que nada seja escondido dos parceiros, quer seja uma dívida antiga ou um gasto acima do orçamento.

5 – Quanto é seria capaz de gastar num carro ou nuns sapatos?
Ainda dentro do dinheiro, é bom que os casais estejam dentro dos mesmos parâmetros no que aos gastos diz respeito. E o carro é um bom indicador.

6 – Aceita que a outra pessoa faça coisas sem a sua presença?
A vida a dois não implica necessariamente o desaparecimento da privacidade nem a anulação de programas que não sejam a dois. Muitas pessoas lidam mal com este ponto por associar essa ideia à rejeição. Mais uma vez, caso exista o desejo de passar momentos a sós, deve ser transparente e revelar isso à outra pessoa.

7 – O sexo é importante?
O sexo é um dos pontos mais importantes das relações. É imprescindível que os casais percebam aquilo de que gostam bem como aquilo que procuram. O diálogo é extremamente importante para que tudo corra bem.

8 – Quais os limites do flirt e da pornografia?
São dois pontos que podem levar à insegurança. Principalmente ver pornografia, algo que certas pessoas associam à insatisfação. Já o flirt, pode levar a outros sentimentos negativos. Por isso, e mais uma vez, é importante que exista uma conversa sobre estes pontos e quais os limites dos mesmos.

9 – Como será o futuro a 10 anos?
Uma relação a dois é construída a pensar no futuro. Por isso, perceber qual o futuro da relação a 10 anos é uma boa forma de lidar com problemas enquanto se tenta alcançar um objetivo comum.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS