Os cinco municípios portugueses que mais atraem estrangeiros

O estudo, revela, ainda, as preferências dos estrangeiros por intervalos de preço em cada município.

Os cinco municípios portugueses que mais atraem estrangeiros

Os cinco municípios portugueses que mais atraem estrangeiros

O estudo, revela, ainda, as preferências dos estrangeiros por intervalos de preço em cada município.

Lisboa, Loulé, Albufeira, Cascais e Porto são os cinco municípios com mais procura por parte dos estrangeiros para comprar casa, segundo o estudo realizado pelo idealista realizado no segundo trimestre de 2022. O estudo do Idealista, revela, ainda, as preferências dos estrangeiros por intervalos de preço em cada município.

Lisboa

A capital portuguesa foi a cidade com mais procura por parte dos estrangeiros. A liderar as pesquisas, encontram-se os norte-americanos, seguidos pelos brasileiros, ingleses, alemães e franceses. Analisando por intervalo de preços, 68% dos franceses procuram imóveis por menos de 300.000 euros, seguidos pelos brasileiros (47%), ingleses (46%), alemães (46%) e norte-americanos (36%). Relativamente às casas que custam entre 300.000 e 600.000 euros, são os norte-americanos (35%) que mais interesse têm, seguidos pelos alemães (31%), ingleses (31%), franceses (29%) e brasileiros (26%). Já os norte-americanos (18%) são os que mais procuram imóveis entre 600.000 e 1 milhão de euros, seguidos pelos ingleses (15%), brasileiros (14%) e alemães (13%). Já no mercado de luxo de mais de 1 milhão de euros, são os brasileiros os mais interessados (12%) para comprar casa em Lisboa, seguidos pelos norte-americanos e alemães (10% para ambas as nacionalidades), ingleses (9%) e franceses (3%).

Loulé

Loulé foi o segundo município que mais interesse despertou pelos estrangeiros na compra de uma casa, sendo os ingleses os que mais procuraram, seguidos pelos franceses, alemães, norte-americanos e os neerlandeses. Por intervalo de preços, 56% dos franceses e neerlandeses procuraram imóveis por menos de 300.000 euros, seguidos pelos alemães (47%), ingleses (43%) e norte-americanos (14%). Em relação às casas no intervalo de preços de 300.000 e 600.000 euros, são os norte-americanos (47%) que mais interesse têm, seguidos pelos franceses (27%), ingleses (26%), alemães (20%) e neerlandeses (10%). Já os norte-americanos (21%) foram os que mais procuraram imóveis entre 600.000 e 1 milhão de euros, seguidos pelos neerlandeses (20%), alemães (16%), ingleses (14%) e franceses (10%). No mercado de luxo de mais de 1 milhão de euros, foram os norte-americanos e os alemães (18% para ambas as nacionalidades) os mais interessados, seguidos pelos ingleses (17%), neerlandeses (15%) e franceses (7%).

Albufeira

O Algarve volta a estar representado neste ranking, com Albufeira na terceira posição dos municípios com mais interesse estrangeiro. Os países que lideram as pesquisas, por ordem de preferência são: França, Reino Unido, Suíça, Alemanha e Países Baixos. Os neerlandeses (76%) procuraram imóveis por menos de 300.000 euros, seguidos pelos franceses (69%), suíços (64%), ingleses (61%) e alemães (58%). Relativamente às casas que custam entre 300.000 e 600.000 euros, são os suíços (24%) que mais interesse têm, seguidos pelos alemães (23%), ingleses (21%) e franceses (20%). Já os neerlandeses (16%) são os que mais procuram imóveis entre 600.000 e 1 milhão de euros, seguidos pelos ingleses (11%), alemães (10%), franceses (7%) e suíços (7%). Já no mercado de luxo de mais de 1 milhão de euros, são os neerlandeses os mais interessados (9%), seguidos pelos alemães (8%), ingleses (7%), suíços e franceses (5% para ambas as nacionalidades).

Cascais

O município de Cascais foi o quarto mais procurado pelos estrangeiros para comprar uma casa. Os norte-americanos foram os que mais procuraram, seguidos pelos brasileiros, ingleses, alemães e espanhóis. Por intervalo de preços, 28% dos brasileiros procuraram imóveis por menos de 300.000 euros, seguidos pelos alemães (23%), ingleses (22%), norte-americanos (20%) e espanhóis (18%). Em relação às casas que custam entre 300.000 e 600.000 euros, são os norte-americanos (32%) que mais interesse têm, seguidos pelos alemães e brasileiros (31% para ambas nacionalidades), ingleses (28%) e espanhóis (25%). Já os norte-americanos (20%) são os que mais procuram imóveis entre 600.000 e 1 milhão de euros, seguidos pelos ingleses e alemães (19% para ambas as nacionalidades), espanhóis (17%) e brasileiros (16%). No mercado de luxo de mais de 1 milhão de euros, são os espanhóis (40%) os mais interessados, seguidos pelos ingleses (31%), norte-americanos e alemães (28% para ambas as nacionalidades) e brasileiros (25%).

Porto

O Porto encontra-se como quinto município que com mais procura estrangeira. Os norte-americanos foram os que mais procuraram, seguidos pelos brasileiros, franceses, espanhóis e alemães. Por intervalo de preços, 76% dos alemães procuram imóveis por menos de 300.000 euros, seguidos pelos franceses (72%), brasileiros (71%), espanhóis (64%) e norte-americanos (58%). Em relação às casas que custam entre 300.000 e 600.000 euros, são os norte-americanos (25%) que mais interesse têm, seguidos pelos espanhóis (20%), alemães (15%), franceses (14%) e brasileiros (14%). Os norte-americanos (11%) também são os que mais procuram imóveis entre 600.000 e 1 milhão de euros, seguidos pelos brasileiros (9%), franceses (8%), espanhóis (8%) e alemães (5%). Já no mercado de luxo de mais de 1 milhão de euros, são os espanhóis (8%) os mais interessados, seguidos pelos brasileiros, norte-americanos e franceses (6% para as três nacionalidades) e alemães (4%).

Impala Instagram


RELACIONADOS