Seis dicas para evitar desperdícios alimentares no Natal

Saiba como pode evitar o desperdício alimentar nesta época do ano através dos truques que temos para lhe mostrar.

Seis dicas para evitar desperdícios alimentares no Natal

Seis dicas para evitar desperdícios alimentares no Natal

Saiba como pode evitar o desperdício alimentar nesta época do ano através dos truques que temos para lhe mostrar.

O Natal está mesmo aí e esta é, provavelmente, a altura do ano em que mais nos preocupamos com aquilo que servimos à mesa. Isto porque os gostos dos convidados variam muito e tentamos sempre agradar a todos, para que não falte nada.

No entanto, esta preocupação pode ser um grande problema: o Natal é a festividade em que mais comida se faz e, consequentemente, em que mais se desperdiça. Esta situação acaba por ser muito negativa [um estudo da World Wild Life revelou que o desperdício alimentar é responsável por 8% das emissões de gases com efeito de estufa] e, por isso, e importante ganhar consciência e consumir de forma responsável.

Para evitar desperdícios alimentares este Natal, siga as dicas que a aplicação Too Good To Go, que luta contra os desperdícios alimentares, tem para lhe dar.

1. Planear

O planeamento das refeições, bem como as quantidades, é fundamental. Não vale pena improvisar. O ideal é saber exatamente o que fazer e para quantas pessoas. Antes de ir ao supermercado, dê uma vista de olhos na dispensa e no frigorífico para saber o que tem e não precisa de comprar. Não se esqueça de verificar sempre o prazo de validade dos alimentos.

2. Fazer uma lista

Depois de verificar o que tem em casa, faça uma lista daquilo que lhe faz falta. Desta forma, evita colocar no carrinho de comprar coisas de que não precisa.

3. Criar o menu

Quando chegar a hora de definir o menu, lembre-se de quais as porções de comida de que vai precisar, em média, por pessoa. Quando estabelecer este valor, respeite-o. O objetivo é não cozinhar em excesso, nem por defeito.

4. Seguir a receita à letra

Tenha em atenção todos os passos da receita. Tente não se enganar para evitar ter de fazer de novo. Não adicione nem retire ingredientes nem porções.

5. Não comprar o que não se gosta

Nesta altura do ano, é muito comum comprar-se alguns produtos por serem típicos do Natal. No entanto, se não gostar, não compre.

6. Recriar novos pratos

Mesmo seguindo estas dicas, é possível que sobre comida. Em vez de a desperdiçar, conserve-a no frigorífico [ou congelador, caso pretenda consumi-la mais tarde], ou então recrie novos pratos. Por exemplo: se fez bacalhau cozido com batatas, couves e legumes, salteie tudo numa frigideira com azeite, adicione um pouco de broa de milho moída ou partida aos pedaços e, se quiser leve ao forno durante uns minutos para ficar estaladiço. Caso prefira fazer peru ou borrego, desfie a carne e reserve-a para várias refeições, como por exemplo, um “à brás” com carnes, ou um empadão.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: D.R.

Impala Instagram


RELACIONADOS