Natal | 10 dicas para organizar a Consoada sem gastar muito dinheiro

Sendo Dezembro um mês que convida ao excesso de consumismo, deixamos-lhe aqui algumas dicas que lhe possibilitam organizar a ceia de Natal sem desequilibrar as suas finanças. Palavra de especialista…

Natal | 10 dicas para organizar a Consoada sem gastar muito dinheiro

Natal | 10 dicas para organizar a Consoada sem gastar muito dinheiro

Sendo Dezembro um mês que convida ao excesso de consumismo, deixamos-lhe aqui algumas dicas que lhe possibilitam organizar a ceia de Natal sem desequilibrar as suas finanças. Palavra de especialista…

Sendo Dezembro um mês que convida ao excesso de consumismo, deixamos-lhe aqui algumas dicas que possibilitam organizar a ceia de Natal sem desequilibrar as suas finanças.  Ana Bravo, especialista em Economia doméstica e autora do livro ABC da Poupança, revela que há «efetivamente soluções para todas as carteiras sem que a magia do Natal se perca. Na realidade, acredito até que se ganha», garante.

LEIA DEPOIS
Sapiosexuais: Cada vez mais homens excitam-se apenas com a inteligência

Passos para uma Consoada económica, mas mágica P

1 – Durante as semanas que antecedem o Natal não vá às compras ou reduza-as ao estritamente essencial. Comprometa-se a usar apenas o que tem na despensa, no frigorífico e no congelador. Desta forma, não só poupa como liberta espaço no frigorífico para o que vai precisar;

2 – A preparação é o que vai determinar o tipo de Consoada que vai ter e os custos associados à mesma pelo que, deve apurar: Número de pessoas e qual o seu orçamento.

3 – Sabendo o valor estipulado, leve este montante em dinheiro para as compras e deixe os cartões em casa;

4 – Seja fiel às quantidades, se são 10 convidados não faça compras para 20;

5 –  Cozinhe tudo! Nada de pré-cozinhados ou artigos de pastelaria. O que for para a mesa foi confecionado por si, alguém da casa ou ainda pelos convidados;

6 –  E as bebidas? Já pensou que também aqui pode usar a imaginação e poupar não só a carteira, mas também a sua saúde?! Surpreenda com um eggnog ou um chocolate quente; acompanhe a refeição com uma sangria branca ou tinta (pode fazer sem álcool usando por exemplo Kombucha e serve para as crianças também) e “refrigerantes” feitos com uma fruta esmagada, um pouco de mel e água gaseificada;

7 – Em vez de entradas com enchidos e queijos – que são caras – aposte, por exemplo, em ovos recheados ou mexidos com azeitonas, patê de atum com pão torrado; tostas de forno com azeite, orégãos e alho…;

8 – E que tal uma Consoada Participada?! Peça aos convidados que tragam um doce caseiro, salgadinhos ou ainda um prato que eles fazem como ninguém. Desta forma, tem uma fantástica consoada partilhada, diversificada e animada, pois todos vão querer saber quem fez e provar. Isto, como se sabe, entre outras coisas, gera também tema de conversa e troca de receitas;

9 –  Substitua os alimentos caros por alternativas mais económicas, faça a sua versão dos pratos natalícios! Recheie uma galinha em vez de um perú, faça um bacalhau à braz sem bacalhau por exemplo (legumes à braz ou alho francês à braz);

10 –  Há alimentos e bebidas que podem ser adquiridos com antecedência, evitando assim estourar o orçamento no mês do Natal. Por exemplo: vinhos, espumantes e bacalhau são produtos que pode ir adquirindo sempre que surgir uma promoção.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: DR e Pixabay

LEIA DEPOIS
Hotéis com programas especiais para a passagem de ano
Maria Flor Pedroso demite-se da direção da RTP

Impala Instagram


RELACIONADOS