Homens que tiram mais selfies têm uma maior probabilidade de serem psicopatas

Estudo revela que homens que são viciados em selfies e filtros revelam traços de narcisismo e têm uma maior probabilidade de serem psicopatas.

Homens que tiram mais selfies têm uma maior probabilidade de serem psicopatas

Homens que tiram mais selfies têm uma maior probabilidade de serem psicopatas

Estudo revela que homens que são viciados em selfies e filtros revelam traços de narcisismo e têm uma maior probabilidade de serem psicopatas.

Todos conhecemos alguém que é viciado em selfies. Aquela pessoa que passa o dia a tirar fotografias a si mesmo. Pois bem, se estivermos a falar de um homem… é melhor ter cuidado. Isto porque um estudo defende que os homens que tiram mais selfies têm uma maior probabilidade de serem psicopatas.

14 razões para estar sempre com fome
Se passa os dias cheio de apetite, fique a saber que estes 14 motivos ajudam a explicar por que está sempre com fome. E algumas explicações são surpreendentes (… continue a ler aqui)

Esta foi a conclusão de uma equipa de investigadores da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos da América. Que estudou os hábitos, nas redes sociais, de 800 homens com idades compreendidas entre os 18 e 40 anos. Foi ainda realizado um questionário de modo a testar o nível de vaidade de cada um deles.

“Não estou surpreendido que os homens que publicam muitas selfies sejam mais narcisistas”

Uma das conclusões foi a de que aqueles que são obcecados por filtros revelam traços de narcisismo. “Não estou surpreendido que os homens que publicam muitas selfies sejam mais narcisistas”, refere Jesse Fox, autor do estudo. “O mais interessante foi descobrir que também têm uma maior tendência de serem psicopatas”, acrescenta.

Ainda assim, Jesse Fox salienta que não é necessário ter medo dos amigos e temer que matem muitas pessoas. O autor do estudo refere que todos os homens tinham comportamentos considerados normais. Simplesmente não são as melhores pessoas para pedir ajuda ou conselhos num mau momento. Isto porque não têm a empatia e altruísmo como melhores qualidades.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS