Golpe de calor: saiba o que é e como evitá-lo

Estão previstas temperaturas muito acima dos 40 graus, algo que pode fazer com que venha a sofrer um golpe de calor.

Golpe de calor: saiba o que é e como evitá-lo

Golpe de calor: saiba o que é e como evitá-lo

Estão previstas temperaturas muito acima dos 40 graus, algo que pode fazer com que venha a sofrer um golpe de calor.

Portugal lida com uma onda de calor e estão previstas temperaturas bastante acima dos 40 graus. Caso não existam cuidados redobrados existe uma maior probabilidade de que venha a sofrer um golpe de calor. Até porque a exposição prolongada ao sol não tem efeitos negativos apenas na pele. O golpe de calor, ou insolação, ocorre a partir do momento em que o sistema de controlo de temperatura corporal deixa de funcionar. Ao longo dos próximos dias é fundamental que tenha bastantes cuidados com a pele, que se mantenha hidratado e que tenha especial atenção à temperatura corporal.

Este truque relacionado com o ar condicionado permite poupar muito dinheiro enquanto conduz
As temperaturas estão muito elevadas, mas recorrer de imediato ao ar condicionado pode ser um erro que irá custar muito dinheiro em combustível (… continue a ler aqui)

Segundo informações da Direção-Geral de Saúde, o golpe de calor acontece quando “o sistema de controlo da temperatura do corpo deixa de trabalhar porque o corpo deixa de produzir suor e não arrefece”. Quando isto acontece podem surgir sintomas como:

– Febre alta;
– Pele vermelha quente, seca e sem produção de suor;
– Pulsação acelerada;
– Dor de cabeça;
– Náuseas;
– Perda parcial ou total da consciência.

Caso esteja a lidar com estes sintomas, a pessoa deverá ser colocada num local fresco. Devem aplicar-se toalhas húmidas para arrefecer o corpo. Deve ainda ligar para o número de emergência. A Direção-Geral de Saúde partilha ainda um conjunto de dicas para se proteger de um golpe de calor e evitar os efeitos negativos do calor intenso.

Dicas para prevenir um golpe de calor

– Usar menos roupa na cama, sobretudo quando se tratar de bebés e de doentes acamados;
– Aumentar a ingestão de água, ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede;
– Evitar bebidas alcoólicas e bebidas com elevados teores de açúcar;
– Devem fazer-se refeições leves e mais frequentes. São de evitar as refeições pesadas e muito condimentadas;
– No período de maior calor tome um duche de água tépida ou fria;
– Evitar a exposição direta ao sol, em especial entre as 11 e as 17 horas;
– Nunca deixar crianças, doentes ou pessoas idosas dentro de veículos expostos ao sol;
– Sempre que possível, diminuir os esforços físicos e repousar frequentemente em locais à sombra, frescos e arejados. Evitar atividades que exijam esforço físico.

O que a ciência diz sobre as melhores maneiras de se refrescar durante uma onda de calor
O que diz a ciência sobre as melhores formas de se refrescar no combate às ondas de calor que assolam o nosso país por estes dias (… continue a ler aqui)

Golpe de calor nos animais

Os animais não estão imunes ao golpe de calor. No caso dos cães a reação ocorre quando se ultrapassam os 42 graus. Os amigos de quatro patas ficam com uma respiração ofegante e acelerada. Podem ainda cambalear, ter convulsões e perder a consciência. Por isso, devem ter sempre água fresca à sua disposição. Não devem ficar fechados em locais de muito calor nem praticar exercício intenso nos dias com as temperaturas mais altas.

Texto: Bruno Seruca

Impala Instagram


RELACIONADOS