Estudo revela que iogurtes «saudáveis» são prejudiciais à saúde e um desperdício

Estudo revela que iogurtes «saudáveis» são prejudiciais à saúde e um desperdício

O segredo destes iogurtes está nos probióticos. Ou na falta deles…

17Há bactérias dos iogurtes convencionais que são importantes para a nossa saúde. De acordo com um estudo feito em Israel, citado pela revista The New Scientist, os iogurtes ditos saudáveis ou «magros» retiram esses componentes considerados maliciosos. Assim, há iogurtes saudáveis que fazem mais mal do que bem ao organismo ou simplesmente nada contribuem para o trânsito intestinal.

LEIA MAIS: ALERTA | Parasita em caracóis pode ser fatal

Segundo uma lei da União Europeia em 2012, foi proibido afirmar que  os iogurtes probióticos ajudam a regularizar o intestino e a melhorar a flora intestinal. As produtoras continuam a contestar a proibição. Todavia, uma nova pesquisa revela que os produtos supostamente mais saudáveis não têm estado a funcionar como as marcas realmente publicitam.

Exames realizados a intestinos de voluntários, que ingeriram produtos probióticos durante dois meses, não revelaram qualquer sinal da presença daqueles organismos.

Num comunicado o Instituto de Ciência de Weizmann, em Israel, disse: “Os probióticos mostraram-se ineptos na colonização dos seus sistemas digestivos. Tal demonstra que os probióticos não deveriam ser recomendados como suplemento de forma generalizada”.

Mais ainda, um segundo estudo apurou que o intestino levou mais tempo – meses e não dias – a voltar ao seu estado bacteriano natural saudável quando os indivíduos ingeriam probióticos juntamente com antibióticos.

LEIA MAIS: Frigideira da televisão é «publicidade enganosa» [DECO]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Estudo revela que iogurtes «saudáveis» são prejudiciais à saúde e um desperdício

O segredo destes iogurtes está nos probióticos. Ou na falta deles…