Este fim de semana fuja para… Braga

Este fim de semana seja espontâneo, quebre a rotina e parta rumo a Braga. Saiba onde ficar, o que comer e o que fazer numa das zonas mais belas do Norte de Portugal.

Este fim de semana fuja para… Braga

Este fim de semana seja espontâneo, quebre a rotina e parta rumo a Braga. Saiba onde ficar, o que comer e o que fazer numa das zonas mais belas do Norte de Portugal.

Este fim de semana relaxe, mude de ares, divirta-se, namore, passe tempo com a família ou parte simplesmente para a aventura. Braga é uma das cidades mais belas de Portugal e pode ser uma verdadeira surpresa para quem não conhece bem o Norte do país.

Uma das cidades mais antigas, mas com mais vida de Portugal

Apesar de ser uma das mais antigas cidades de Portugal, Braga é uma cidade com um espírito muito jovem, graças aos milhares de estudantes que frequentam as várias faculdades da cidade.

Tanto para quem procura um fim de semana sossegado, como para quem gosta de noites animadas, Braga é a cidade ideal. Não perca os principais locais históricos e renda-se a uma das cidades mais divertidas de Portugal.

 

Onde ficar

Torre de Gomariz Wine & SPA Hotel – Se está mesmo a precisar de respirar ar puro sem perder qualquer tipo de conforto, em Cervães, (a apenas 20 minutos do centro de Braga) encontra-se um hotel íntimo e luxuoso, com vista para 5 hectares de vinhas. O Torre de Gomariz Wine & SPA Hotel integra um dos mais emblemáticos edifícios históricos da zona e oferece uma estadia cheia num ambiente rústico sofisticado. Passe um dia no SPA e relaxe por completo no Bar especializado em vinho do hotel. A média por noite é de 94 euros.

Hotel Dona Sofia – Situado no centro da cidade, a 200 metros da Sé Catedral e a 10 minutos a pé da estação de comboios. Perfeito para visitantes que querem conhecer a cidade sem terem de andar de carro, este hotel, está rodeado de museus. Por 55 euros por noite, desfrute de um pequeno almoço à descrição e de um bar conhecido pelas seus sumos frescos.

inBraga Hostel – Localizado no coração da cidade, inBraga encontra-se num edifício remodelado dos finais do século XIX. O hostel disponibiliza vários tipos de quartos. A partir de 28 euros por noite, com pequeno almoço incluído e cozinha partilhada pode fazer uma escapadela sem perder conforto… ou muito dinheiro.

Onde comer

Em Braga, existem muitos restaurantes com uma óptima relação preço. Se é um bom garfo vai deliciar-se com a cozinha tradicional portuguesa nesta cidade. Aqui a fama de que no Norte se come muito bem é um facto seguro.

Centurium é um dos restaurantes a não perder. Situado na zona pedonal do centro da cidade, este restaurante, encontra-se dentro da Casa da Legião, conhecida como um lugar elegante e sofisticado com paredes de granitos e arcos no interior. Experimente o menu de degustação ao almoço ou de um jantar romântico, no jardim privado do restaurante, de 35 a 50 euros por pessoa.

Perto do Rio Cávado, afastado do centro da cidade encontra-se o restaurante A Flor de Sal. É o sítio perfeito para ter um jantar sem pressas, enquanto se aprecia de uma boa vista e para quem gosta de polvo ou bacalhau em Cama de Broa. O preço médio por pessoa é de 20 euros.

Se quer comer bem por apenas 7 euros, tem de conhecer a Retrokitchen – Casa da Avó. Como o nome indica, o espaço é totalmente retro. A Retrokitchen foi criada por um jovem casal apaixonado pelo estilo vintage que transformou um restaurante simples de comida caseira, num dos locais mais in e cosmopolitas para se ir comer em Braga.

O que ver

Conhece a expressão popular “mais velho do que a Sé de Braga?”. Agora pode ficar a conhecer a sua origem. Um dos locais que tem de obrigatoriamente visitar é a Sé Catedral. Esta local religioso começou a ser construído antes de Portugal ser uma nação e toda a cidade de Braga se devolveu ao seu redor.

O jardim público de Santa Bárbara é o local ideal para dar um passeio no centro histórico de Braga. Este jardim é um espaço especial que remete qualquer um para outros tempos. Não deixe de tirar uma fotografia com as cores vivas das flores.

O Bom Jesus do Monte é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. Apesar de ser um espaço religioso, também é romântico ou de convívio. Não deixe de subir à zona da igreja pelo elevador movido a água que foi o primeiro funicular construído na Península Ibérica. Encontre o senhor do cavalinho e tire uma fotografia a preto e branco como recordação.

No que diz respeito a museus tem várias escolhas. O Museu Pio XII e as Termas Romanas do Alto da Cividade são locais para quem gosta de Arqueologia, o Museu da Imagem para quem se interessa por fotografia e o Tesouro-Museu da Sé e o Museu dos Biscainhos é ideal para quem gosta dos tesouros da realeza portuguesa.

É impossível falar de Braga sem mencionar o Estádio Municipal de Braga. O estádio desenhado pelo arquitecto Souto Moura ganhou o o prémio Pritzker, considerado o Nobel da Arquitetura, e é um dos pontos mais visitados da cidade.

Além deste e outros sítios que valem a pena conhecer melhor, Braga também é conhecida por ser um óptimo sitio para praticar actividades como a canoagem, rappel, rafting e tubing em rio.

Se gosta de aventura não deixe de passar num ponto de turismo e informar-se sobre as actividades disponíveis nesta área.

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS