Conheça a primeira exposição do Manicómio (vídeo)

“Insubordinar” reúne vinte anos de trabalho do Manicómio com artistas portugueses portadores de doenças mentais. A decorrer no Espaço Fidelidade, Chiado 8.

Manicómio é o novo projeto social e cultural que pretende legitimar artistas portugueses com doenças mentais. Um projeto inovador que inaugurou a primeira exposição no Espaço Fidelidade, Chiado 8 Arte Contemporânea.
José Azevedo e Sandro Resende são os fundadores do projeto Manicómio. Um nome repleto de ironia que quer derrubar preconceitos e mudar mentalidades.
As obras apresentadas na exposição Insubordinar são da autoria de Francisco Gromicho, Pedro Ventura e Anabela Soares e fazem parte de coleções particulares e institucionais.
Sandro Resende é o diretor artístico que abriu as portas aos artistas do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, mais conhecido como Júlio de Matos e está radiante com os resultados:

«Tem sido um trabalho árduo, mas que já está a dar frutos. Felizmente cada vez há mais procura por parte do público e de colecionadores. Várias peças presentes nesta exposição já estão vendidas. Algumas obras rondam os 1500 euros. As novidades para este ano de 2019 são muitas»

A Manicómio pretende criar novas condições para que os artistas possam acelerar o processo criativo e a produção de Arte Bruta portuguesa, bem como conjugar a criação e a aproximação dos artistas residentes ao público num único espaço. Assumem ainda a luta pela reinserção psicossocial e profissional dos doentes e conta com o apoio do Turismo de Portugal, instituições de saúde, juntas de freguesias de Lisboa, Câmara Municipal de Lisboa, vereações de Acção Social, Cultura, Inovação e Economia.

Com este projeto, pretendem facilitar o caminho da inclusão, para que os artistas consigam crescer de forma comunitária e autónoma, com maior sentido de responsabilidade a cada projeto, e com a finalidade de ultrapassar dentro da população portuguesa todos os estigmas associados à doença mental.
O projeto surge num momento em que quase um quinto da população portuguesa sofre de doenças mentais, segundo o relatório Health at a Glance 2018, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

Onde e quando:

A exposição está aberta ao público, todos os dias úteis, das 12h às 20h, de 21 de Janeiro a 8 de Fevereiro, no Espaço Fidelidade, Chiado 8 Arte Contemporânea.

 

LEIA MAIS:

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Conheça a primeira exposição do Manicómio (vídeo)

“Insubordinar” reúne vinte anos de trabalho do Manicómio com artistas portugueses portadores de doenças mentais. A decorrer no Espaço Fidelidade, Chiado 8.