Cinco mitos sobre o uso de aquecedores em casa

Aprenda a fazer um consumo eficiente de energia e evite pagar mais pelas suas faturas do que aquilo que necessita.

Cinco mitos sobre o uso de aquecedores em casa

Cinco mitos sobre o uso de aquecedores em casa

Aprenda a fazer um consumo eficiente de energia e evite pagar mais pelas suas faturas do que aquilo que necessita.

Numa altura em que as temperaturas começam a descer, a chegada dos aquecedores não tardará. No entanto, agora que estamos a atravessar uma época bastante delicada a nível económico, todos os cuidados são poucos. Assim, a Selectra, empresa especialista em faturas de luz e gás, decidiu desmistificar alguns mitos associados ao aquecimento da casa. Aceitar os conselhos dos outros nem sempre é boa ideia e estes são alguns dos casos em que deve mesmo fazer “ouvidos moucos”.

“É melhor deixar o aquecimento ligado do que andar a ligar e a desligar a toda a hora”

Este é provavelmente o maior mito e aquele que é, muitas das vezes, responsável pelos valores absurdos das faturas. E a lógica por detrás disso é bastante simples: se estiver ligado, está a gastar energia. Isto é, sempre que mantém o botão ligado do aquecedor está a exigir um esforço contínuo do aparelho para que mantenha o ambiente à temperatura que deseja. Nesse sentido, o mais correto é desligá-lo, ou pelo menos diminuir a temperatura, sempre que tiver de se ausentar de casa ou não for utilizar mais aquela divisão.

“A temperatura perfeita deve estar entre os 24-25ºC”

Para além de não ser a atitude mais eficiente a nível energético, escolher estas temperaturas pode levar ainda a uma perda na qualidade do sono ou ao aparecimento de dores de cabeça. Assim, a Selectra recomenda programar o seu termóstato para 19 a 21ºC. Com estas temperaturas consegue não só manter um ambiente agradável em casa, como também evitará um impacto tão significativo no valor das faturas.

Humidade em casa? Sete truques que podem ajudar
Eis as melhores soluções para o ajudar a resolver os problemas de humidade em sua casa. (… conitnue a ler aqui)

“O radiador não tem de estar num lugar específico”

Não há uma regra que dite o lugar exato onde deve estar o aquecedor. No entanto, se o colocar debaixo das janelas, irá conseguir aproveitar o ar que tende a entrar e forma forma uma corrente que ajuda a espalhar o calor por toda a habitação.

“Isolar a casa não resolve todo o problema”

Por ser uma despesa extra e que não é vista como “urgente”, fazer melhorias no isolamento da casa é uma tarefa que é muitas das vezes deixada para segundo plano. O que algumas pessoas não sabem é que esta estratégia pode levar a uma poupança de até 30% nas faturas! Por isso, se já ponderou seriamente acerca desta questão, invista nela assim que puder. Enquanto não tiver o problema resolvido, coloque um adesivo nas portas e janelas para reduzir a entrada de ar.

“No inverno não se devem abrir as janelas para preservar o calor”

Ao contrário do que possa pensar, ventilar a casa continua a ser muito importante mesmo durante o inverno. E porquê? Uma vez que isso diminui a quantidade de humidade que está instalada dentro do edifício e que acaba por dificultar o aquecimento do espaço. O que significa que um ar limpo tende a ser mais fácil de aquecer e por isso, continua a ser aconselhável ventilar a casa entre 5 a 10 min por dia se quiser ver reduzido o valor das suas faturas.

Impala Instagram


RELACIONADOS