Cinco dicas para realizar os seus fetiches preferidos já esta noite

Se falar de fetiches é um tabu para si, fique a par de cinco dicas que vão ser uma boa ajuda para que consiga realizar as suas fantasias sexuais.

Cinco dicas para realizar os seus fetiches preferidos já esta noite

Cinco dicas para realizar os seus fetiches preferidos já esta noite

Se falar de fetiches é um tabu para si, fique a par de cinco dicas que vão ser uma boa ajuda para que consiga realizar as suas fantasias sexuais.

Todas as pessoas têm os seus fetiches de eleição. Mas a verdade é que nem todos os casais lidam com este tema da melhor forma. Quer seja por timidez ou por outro motivo qualquer, as fantasias sexuais acabam relegadas para segundo plano. Só que não precisa de ser assim. Até porque estamos a falar de algo que permite que o casal se fique a conhecer melhor.

Pode interessar-lhe ler depois
Tyson Fury diz que o segredo de ser campeão mundial de boxe está nas sete vezes que se masturba diariamente. Mas será que a masturbação melhora mesmo a forma física das pessoas (… continue a ler aqui)

De acordo com Laura Vowels, terapeuta sexual da aplicação de terapia sexual Blueheart, existem cinco dicas que ajudam a que o casal realize os seus fetiches. As mesmas foram partilhadas pela médica em conversa com o Daily Star.

5 dicas para realizar os seus fetiches

1 – Perceber o que são fetiches
Este é o ponto de partida. É preciso perceber do que se fala. Sendo que os fetiches estão, por hábito, associados à excitação sexual como resposta a objetos. Ou partes do corpo que não são sexuais. Meias ou saltos altos são apenas dois exemplos. A especialista salienta ainda que quando o tema é sexo, as preferências podem fazer com que a pessoa se sinta estranha. O que não deveria acontecer. Por isso, tenha a mente aberta para o que irá ouvir da outra pessoa.

2 – Abordar os fetiches fora do quarto
Deverá falar com a outra pessoa sobre as suas fantasias sexuais. Mas não deixe a conversa para os momentos mais quentes em que estão na cama. A conversa deverá acontecer fora do quarto. Fale abertamente sobre aquilo que mexe consigo. Existem relatos de pessoas que se dizem muito mais felizes (a nível sexual) devido à discussão aberta deste tema.

Não deixe a conversa para os momentos mais quentes em que estão na cama

3 – Encontrar pontos em comum
A partilha não significa que a outra pessoa tenha necessariamente que gostar do fetiche e querer fazer parte do mesmo. A solução pode estar num ponto em que ambos estejam de acordo. E que seja algo que interesse aos dois.

4 – Avançar sem pressas
As fantasias até podem ser antigas. A vontade de as colocar em prática também. Mas o facto de conversar sobre o tema não deve ser visto como sinónimo de que tudo é permitido. Por isso, a dica é que não tenha pressa. E que avance com calma.

5 – Ter uma palavra segura
Não é uma obrigação, mas um bom conselho para determinados fetiches. Esta palavra serve para colocar um ponto final imediato no que está a acontecer. Basta que a palavra seja proferida. É uma boa forma de estabelecer um limite de modo a que ambos estejam confortáveis com o que está a acontecer.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shuttertock

Impala Instagram


RELACIONADOS