Saiba como usar carvão ativado e os benefícios lhe pode trazer

Cada vez mais se ouve falar em carvão vegetal ativado e nas inúmeras formas que o pode utilizar. Fique a par de tudo

Ultimamente tem-se ouvido falar da utilização do carvão ativado e, embora já não seja uma novidade, há pessoas que vêem as embalagens em farmácias, parafarmácias ou em lojas de produtos naturais e que não sabem como o utilizar e em que situações pode ou não ser benéfico para a saúde. Considerado um aliado da saúde e da beleza, o carvão ativado tem propriedades bastante diversificadas. Pode ser utilizado como um medicamento para o estômago/intestinos e até para clarear os dentes.

Benefícios do carvão ativado

– Elimina o inchaço abdominal: O carvão vegetal ativado tem a capacidade de absorver os gases intestinais, reduzindo o inchaço, a dor e o desconforto intestinal.

– Trata a intoxicação: Como tem um grande poder de absorção, pode ser usado em situações de emergência em casos de intoxicação com produtos químicos ou numa intoxicação alimentar.

LEIA MAIS: Jovem desmaia duas vezes em atração radical [vídeo]

– Reduz a sensação de ressaca: O carvão vegetal ativado impede a absorção de outros químicos que compõem as bebidas alcoólicas, como adoçantes artificiais, sulfitos e outras toxinas. Desta forma, ajuda a reduzir os sintomas da ressaca.

– Clareia os dentes: Pode colocar um pouco de carvão ativado na escova de dentes e usar ao mesmo tempo que a pasta dentífrica. Deixe o carvão agir durante 5 minutos antes de enxaguar. Existem, no entanto, pastas de dentes já com este ingrediente incluído na sua composição, as “famosas pastas de dentes pretas”.

LEIA MAIS: Bebé morre durante o sono porque foi amarrada ao colchão

– Trata a gengivite e a prevenir as cáries.

– Purificar a pele: É um ingrediente importante em máscaras de beleza. Pode, no entanto, fazer a sua própria máscara caseira, uma vez que existem inúmeras receitas na internet.

É importante referir que o carvão vegetal consumido em excesso tem contra-indicações. Informe-se com o seu médico ou farmacêutico e saiba as quantidades indicadas.

 

Artigo elaborado por Teresa Celestino, blogger e especialista em Lifestyle

LEIA MAIS: Viciada em tabaco fumou «durante a gravidez toda». Sabe o que lhe disse o médico…?

 

 


RELACIONADOS