SOS Racismo apresenta queixa contra João Braga

A SOS Racismo vai apresentar queixa contra o fadista João Braga. Em causa está um post no Facebook, entretanto apagado, onde podia ler-se: “”Agora basta ser-se preto ou gay para ganhar Óscares”.

SOS Racismo apresenta queixa contra João Braga

SOS Racismo apresenta queixa contra João Braga

A SOS Racismo vai apresentar queixa contra o fadista João Braga. Em causa está um post no Facebook, entretanto apagado, onde podia ler-se: “”Agora basta ser-se preto ou gay para ganhar Óscares”.

A organização sem fins lucrativos vai apresentar queixa contra o fadista João Braga. Em causa está um post de Facebook feito pelo artista na noite de segunda-feira, onde podia ler-se, a propósito da cerimónia de entrega dos Óscares: “Agora basta ser-se preto ou gay para ganhar Óscares”.

Em comunicado, A SOS Racismo manifestou repúdio pelas declarações de João Braga, classificando-as de “profundamente racistas e homofóbicas”. A organização adiantou ainda que vai apresentar uma participação à Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial, “exigindo bom senso e sentido de responsabilidade dos diferentes actores sociais”.

A motivação do post, entretanto apagado, terá sido a vitória de Moolight na categoria de Melhor Filme. A trama assinada por Barry Jenkins conta a história de Chiron, negro e homossexual, e todos os desafios que este enfrenta ao longo da sua vida.

A página oficial do fadista foi, entretanto, apagada. No perfil pessoal de João Braga há algumas publicações de seguidores a defender o artista mas nenhum comentário do próprio.

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS