Princesa Haya aparece em público pela primeira vez depois de fugir do Dubai

A princesa Haya, que em maio fugiu do marido, o emir do Dubai, compareceu no Tribunal de Londres para a primeira audiência relativa à custódia dos filhos.

Princesa Haya aparece em público pela primeira vez depois de fugir do Dubai

Princesa Haya aparece em público pela primeira vez depois de fugir do Dubai

A princesa Haya, que em maio fugiu do marido, o emir do Dubai, compareceu no Tribunal de Londres para a primeira audiência relativa à custódia dos filhos.

A princesa Haya da Jordânia esteve no Supremo Tribunal de Londres esta terça-feira, 30 de julho, na audiência que marca o início do julgamento sobre a custódia dos filhos, Jalila, de 11 anos, e Zayed, de sete, fruto do seu casamento com o Emir do Dubai. Esta foi a primeira vez que a sexta mulher de Mohammed bin Rashid Maktoum apareceu em público desde que fugiu para a capital britânica em maio, protagonizando um dos maiores escândalos da monarquia atual e que terá repercussões políticas e diplomáticas a nível internacional.

Segundo foi avançado por vários jornais, este julgamento visa apenas decidir a custódia das crianças, que atualmente estão a viver com a mãe, numa mansão em Kensington Palace Gardens, em Londres. «Os procedimentos estão relacionados com o bem-estar dos dois filhos do casamento e nada têm que ver com o divórcio ou finanças», esclareceram os representantes de ambas as partes através de um comunicado conjunto.

No entanto, apesar da separação legal e da divisão de património terem ficado pendentes, este processo promete ser uma verdadeira batalha judicial, já que os advogados envolvidos são considerados grandes celebridades no mundo da advocacia: enquanto Mohammed bin Rashid Maktoum, de 69 anos, escolheu Helen Ward, conhecida por ter estado à frente dos divórcios de Madonna ou Paloma Picasso, a princesa Haya, de 45 anos, tem a defendê-la Fiona Sara Shackleston, que representou o príncipe Carlos no divórcio com Diana.

Princesa Haya fugiu com 35 milhões na mala

Apesar de nunca ter sido esclarecido o motivo que levou Haya a abandonar o marido, o Daily Mail avançou na altura que a fuga estava relacionada com o facto de o Emir suspeitar que a mulher o traía com o guarda-costas. O regresso forçado de uma das filhas do Emir, Sheikha Latifa – que também tentou fugir no ano passado e acusou o pai de maus tratos através de um vídeo divulgado nas redes sociais – terá motivado a fuga de Haya, já que, de acordo com várias fontes, a princesa temia pela própria vida.

A princesa terá fugido com uma mala com 35 milhões de euros e um dos seus objetivos é conseguir o divórcio e nunca mais voltar aos Emirados Árabes.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Instagram

LEIA MAIS
Cristiano Ronaldo nomeado para o prémio ‘The Best’ da FIFA
Suspeito procurado por rapto em Espanha detido no aeroporto de Lisboa

 

Impala Instagram


RELACIONADOS