Morte da princesa Diana pesou na decisão de Harry abandonar família real

Um amigo de Harry quebrou o silêncio para defender o príncipe, que está a ser alvo de duras críticas após abandonar a família real britânica: «Ele sofreu muito com tudo o que lhe aconteceu»

Morte da princesa Diana pesou na decisão de Harry abandonar família real

Morte da princesa Diana pesou na decisão de Harry abandonar família real

Um amigo de Harry quebrou o silêncio para defender o príncipe, que está a ser alvo de duras críticas após abandonar a família real britânica: «Ele sofreu muito com tudo o que lhe aconteceu»

Um amigo de Harry quebrou o silêncio para defender o príncipe. Nacho Figueras defende que a decisão do neto da rainha Isabel II de abandonar a família real partiu da necessidade de proteger a mulher, Meghan, e filho, Archie.

«Falei com Harry há alguns dias», contou à ABC. «Ele sofreu muito com tudo o que lhe aconteceu. Ele quer uma vida normal […] Porque quando se tem centenas de paparazzi do lado de fora da casa no Canadá à espera de uma foto do filho, isso não é muito normal»

O jogador de polo, que é amigo do irmão do príncipe William há vários anos, defendeu que o destino da mãe, que morreu num acidente de carro durante uma perseguição de paparazzi, teve um papel importante na decisão dos duques de Sussex. «Ele está a proteger a família, a mulher e o filho. Harry é filho que sofreu diretamente um ataque da imprensa, é inegável, ele não quer que isso aconteça à sua família»

Outro amigo do filho mais novo do príncipe Carlos já tinha defendido a mesma teoria. JJ Chalmers, um ex-fuzileiro naval que conheceu Harry quando este serviu nas forças armadas, disse à BBC: «Quando olhamos para a decisão dele, em primeiro lugar está a proteção da  família, porque essa é a regra número um: ser pai e marido»

 

Harry e Meghan mantêm os títulos, mas não os podem usar

Assim que se tornou pública a decisão do príncipe Harry e Meghan Markle em abandonar a família real inglesa, multiplicaram-se as notícias em todo o Mundo a dizer que os duques de Sussex perdiam os títulos e voltavam a ser comuns mortais. Contudo não é bem assim. Os comunicados emitidos pela casa real explicam que vão é deixar é de os usar tanto pessoal como profissionalmente.

Na única declaração que deu após tornar pública a drástica decisão, Harry afirmou que ponderou durante vários meses. «Continuarei a ser o mesmo homem que leva consigo o seu país e dedica a sua vida a apoiar as causas, organizações e comunidades militares que são importantes para mim.»
Texto: Ricardina Batista; Fotos: Reuters

 

Impala Instagram


RELACIONADOS