Meghan deixa Camilla «muito chateada e até mesmo furiosa»

Meghan ignorou ordens explícitas da casa real e roubou protagonismo a Camilla, que está furiosa com a mulher de Harry.

Meghan deixa Camilla «muito chateada e até mesmo furiosa»

Meghan ignorou ordens explícitas da casa real e roubou protagonismo a Camilla, que está furiosa com a mulher de Harry.

Meghan Markle está a ser acusada de ignorar e «pisar» a Casa Real e Camilla Parker Bowles está furiosa com a mulher do príncipe Harry.

Depois de o Palácio de Buckingham ter dado ordens explícitas de que o discurso da mulher do príncipe Carlos sobre a violência doméstica no Festival das Mulheres do Mundo, na passada sexta-feira, 6 de março, era prioritário e que a realeza não devia cumprir eventos nesse dia, para não desviar atenções, a duquesa de Sussex pareceu ignorar as ordens e apareceu de surpresa em dois eventos, sem avisar a Casa Real.

Na quinta-feira, dia 5, Meghan Markle visitou de surpresa Teatro Nacional para assistir ao Immersive Storytelling Studio e à tarde visitou a escola Robert Clack Upper, no leste de Londres, onde fez questão de alertar os jovens para a importância da mulher.

O discurso da mãe de Archie foi muito comentado através das redes sociais e roubou todas as atenções a Camilla da Cornualha que, no mesmo dia, discursou sobre a violência doméstica e convidou homens para falarem do tema.

Camilla «muito chateada e até mesmo furiosa»

Fontes próximas da Casa Real garantem ao Daily Mail que Camilla ficou muito zangada.

«Para Camilla, o trabalho é muito importante e a sua decisão de destacar o problema da violência doméstica no décimo aniversário das Mulheres do Mundo foi uma coisa cuidadosamente planeada», começou por referir a fonte.

«Já se sabia que Harry e Meghan iam assumir compromissos esta semana. Mas todos concordaram que o discurso de Camilla era prioritário e deveria estar no centro da agenda. Infelizmente, algumas pessoas não pensaram assim e tiveram outras ideias…», atirou.

A mesma fonte revelou ainda que Meghan «recusou-se a ouvir» os pedidos da Casa Real para que não publicasse imagens dos seus eventos.

Uma outra fonte contou ao Mirror que Camilla está «muito chateada e até mesmo furiosa» como a forma como a mulher de Harry agiu e por não ter respeitado o tempo para que o seu discurso de consciencialização não fosse «eclipsado».

O encontro esperado entre Meghan e Harry e Kate e William

Esta segunda-feira, dia 9 de março, os duques de Sussex vão juntar-se à rainha Isabel II, aos duques de Cambridge [o príncipe William e Kate Middleton] e ao príncipe Carlos e Camilla da Cornualha para celebrar o Dia da Commonwealth, da Abadia de Westminster.
Este evento vai marcar o reencontro de Meghan e Harry com William e Kate. A última vez que o «quarteto fantástico» esteve junto foi em novembro, na cerimónia do Remembrace Day, cerimónia que homenageia as vítimas da I Guerra Mundial.

Os britânicos estão ansiosos e com muitas expectativas para este evento e para este encontro, que poderá ser uma das últimas oportunidades para ver os duques de Sussex e de Cambridge juntos num evento, uma vez que os pais de Archie estão a preparar-se para abandonar os deveres reais.

A manhã deste domingo ficou marcado pelo encontro da rainha Isabel II com Meghan Markle na Royal Chapel of All Saints, em Windsor. A monarca convidou os duques de Sussex para a acompanharem na missa e os três foram fotografados a chegar à igreja.

Uma fonte próxima da Casa Real contou à revista People que o convite para que este encontro acontecesse partiu da rainha de Inglaterra: «Foi um gesto muito querido da rainha, convidá-los para ir à igreja. Eles continuam a fazer parte da família da rainha. E enquanto família, eles amam-se.»

Foi na quinta-feira, 5 de março, que Meghan se juntou a Harry no Reino Unido. A mãe de Archie, de dez meses, estava no Canadá desde o dia 10 de janeiro, dois dias após ter anunciado, juntamente com o marido, que pretendiam abdicar dos deveres reais.

Reino Unido rendido a Meghan

Nesse mesmo dia, os duques de Sussex marcaram presença na cerimónia de prémios Endeavour, que reconhecem o trabalho de veteranos de guerra que se lesionaram durante o cumprimento das suas funções e que utilizam agora o desporto como parte da sua recuperação, e apareceram muito cúmplices, sorridentes e descontraídos.

Na noite de sábado [7], o príncipe Harry cumpriu o seu último ato oficial como capitão-geral dos fuzileiros navais reais, cargo ao qual vai renunciar no final desde mês. Foi no Festival de Música de Mountbatten, no Robert Albert Hall, em Londres, que Meghan Markle surpreendeu com um lindo vestido vermelho.

O evento desta segunda-feira [9] é, até à data, o último ato oficial que os duques de Sussex têm o dever de cumprir. No entanto, é provável que o casal real marque presença noutros eventos extra-agenda real. No dia 31 de março, Meghan e Harry deixam oficialmente a Casa Real e também perdem o direito a ter o escritório que possuem no Palácio de Buckingham.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS