Charlene e Alberto: 7 anos de casamento real ou de fachada?

Charlene e Alberto casaram-se a 1 de julho de 2011. Há sete anos, Charlene Wittstock foi apelidada de «a noiva mais triste da realeza».

Casados a 1 de julho de 2011, a união entre Charlene e Alberto foi sempre vista com desconfiança. Sete anos passados, a imagem de felicidade parece mais um ato de protocolo do que uma relação genuína.

O Príncipe Alberto, de 60 anos, e a antiga nadadora Charlene Wittstock casaram-se no dia 1 de julho de 2011 numa cerimónia civil e, no dia seguinte, deram o nó numa celebração religiosa no palácio do Mónaco.

LEIA MAIS: Princesa Diana faria este domingo 57 anos

Passados sete anos, a princesa, de 40, diz-se feliz ao lado do marido, companheiro que a apoia em tudo o que faz. «O meu marido está sempre ali para mim. Apoia-me e incentiva-me em todo o que procuro fazer», afirmou, recentemente, numa entrevista revista Point de Vue.

Mais, a antiga nadadora olímpica afirmou que Alberto II é um homem com uma agenda muito preenchida de compromissos oficiais, mas que a deixa bastante orgulhosa. «Estou tão orgulhosa do meu marido», disse. Frase que, aliás, foi puxada para a capa da publicação.

Charlene e Alberto teriam contrato assinado: ela teria de dar-lhe um filho e de se manter casada por pelo menos 5 anos

Revelou, também, ser muito focada nos dois filhos, os gémeos Jacques e Gabriella, de três anos. Mas nem tudo tem sido um mar de rosas. No dia do casamento, Charlene fartou-se de chorar e foi logo apelidada de «a noiva mais triste da realeza».

Albert II aparentava ser um homem resignado, quase aborrecido, cumprindo protocolos. Aliás, rumores dizem que a princesa terá fugido do palácio real do Mónaco dias antes do enlace.

LEIA MAIS: Livro revela apetite sexual de Isabel II e britânicos estão em choque

Especula-se ainda sobre um contrato que a atleta terá assinado antes de se casar. Compromisso válido por cinco anos que incluía duas cláusulas fundamentais: garantir um herdeiro para prolongar a linhagem dos Grimaldi e ficar casada com o príncipe durante cinco anos. Facto é que o prazo desde mesmo ‘contrato’ expirou há dois anos e os príncipes continuam juntos.

Fazerem agendas muito separadas, de Charlene só raramente comparecer nos eventos oficiais onde os Grimaldi marcam presença, ou, até, de, em determinado momento, ter-se mudado com os filhos para a Córsega, parece evidenciar um casamento longe daqueles dos de contos de fadas!

LEIA MAIS: Cristina de Espanha visita marido na prisão em segredo


RELACIONADOS

Charlene e Alberto: 7 anos de casamento real ou de fachada?

Charlene e Alberto casaram-se a 1 de julho de 2011. Há sete anos, Charlene Wittstock foi apelidada de «a noiva mais triste da realeza».