Vocalista dos Diabo na Cruz revela por que razão não estará presente nos últimos concertos

Jorge Cruz explica aos fãs numa publicação no Facebook, o motivo pelo qual não estará presente nos últimos concertos dos Diabo na Cruz.

Vocalista dos Diabo na Cruz revela por que razão não estará presente nos últimos concertos

Vocalista dos Diabo na Cruz revela por que razão não estará presente nos últimos concertos

Jorge Cruz explica aos fãs numa publicação no Facebook, o motivo pelo qual não estará presente nos últimos concertos dos Diabo na Cruz.

Depois dos Diabo na Cruz anunciarem o fim da banda, o vocalista do grupo, Jorge Cruz, revela o motivo pelo qual não estará presente nos últimos concertos.

O afastamento do músico, antes da última tour da banda, deve-se a razões de saúde. «Antes de mais, peço desculpa aos fãs de Diabo Na Cruz que pretendiam assistir aos concertos deste ano com a formação habitual. Gostava que soubessem que não vou estar presente na tour de despedida, não por falta de vontade, mas por não me ser possível», escreve o artista no Facebook.

Fim dos Diabo na Cruz «estava previsto acontecer em breve»

Jorge Cruz revela também que o fim dos Diabo na Cruz «era algo que já vinha sendo conversado há bastante tempo e que estava previsto acontecer em breve». «Poderia ter acontecido em 2016 mas ainda gravámos mais um álbum. Poderia ter acontecido em 2018 mas ainda fizemos os Coliseus. Acabou por ser anunciado agora e ficou combinado acontecer no final da tour deste ano», afirma.

Além das razões artísticas, há «razões de saúde» que o «impedem de continuar a dar concertos»

Além das razões artísticas, o vocalista da banda explica que há «razões de saúde» que o «impedem de continuar a dar concertos». «Não quis mencioná-las antes, nem pretendo esmiuçá-las aqui, mas são questões anteriores aos concertos dos Coliseus e que se viram agravadas com os trabalhos no grupo. Ao contrário do que aconteceu noutras alturas, em que levei a minha saúde até ao limite para cumprir objetivos de Diabo, desta vez, após o concerto de Évora, percebi que deveria parar de imediato, para não piorar ainda mais a minha condição e poder tratar de melhorar», acrescenta.

«Não quis que as complicações no meu estado impedissem os restantes membros da banda de concretizar as suas expectativas de fazer os concertos de 2019. Por essa razão, aceitei que continuassem com a tour, apesar da minha ausência. Lamento não poder participar. Lamento também a tristeza que se apoderou de tanta gente com estes acontecimentos», diz. Jorge Cruz termina dizendo que «ao longo da última década» fez «tudo (…) física e mentalmente» pela banda e pelos seus fãs.

LEIA MAIS

Homem baleado dentro de comboio em Sintra

Pais de Noa afirmam que a filha «escolheu não comer e não beber mais»

Impala Instagram


RELACIONADOS