A disfunção erétil: um problema crescente no mundo moderno

O stresse, algumas doenças e o ritmo da vida moderna podem impedir que atinja em pleno a sexualidade que todos os homens gostariam de ter.

A disfunção erétil: um problema crescente no mundo moderno

A disfunção erétil: um problema crescente no mundo moderno

O stresse, algumas doenças e o ritmo da vida moderna podem impedir que atinja em pleno a sexualidade que todos os homens gostariam de ter.

A disfunção erétil acontece quando o homem é incapaz de obter ou manter uma ereção que permita a atividade sexual em pleno. A disfunção erétil não é uma doença, mas sim um sintoma de outro problema, seja ele físico, psicológico ou uma mistura de ambos.

Em cerca de 80% dos casos, podem ser identificadas causas físicas que incluem as doenças cardiovasculares, diabetes, problemas neurológicos ou efeitos colaterais do uso de drogas. Parte dos casos são também atribuídos a razões psicológicas, como a depressão e a ansiedade.

Contudo, não se deve preocupar com uma falha ocasional em obter ou manter uma ereção. Às vezes acontece. As causas para isto acontecer podem, por exemplo, estar ligadas ao consumo de álcool, à ansiedade e ao cansaço.

Para estas ocasiões constrangedoras, a solução pode passar por uma ajuda muito bem-vinda por parte de um produto estimulante, à base de ingredientes naturais.

Activ FORTE, do Instituto Phyto´Inov, é um estimulante natural que tem como finalidade ajudar os homens que sofrem da falta de desempenho sexual e de disfunção eréctil, de modo a tornar o ato sexual mais satisfatório.

As propriedades afrodisíacas dos ingredientes contidos nas cápsulas de Activ FORTE, fazem deste suplemento alimentar um dos mais poderosos ativadores de sempre. As cápsulas de Activ FORTE são de origem natural, sem efeitos colaterais e sem risco para a saúde.

Os tratamentos de Phyto´Inov não são vendidos para diagnosticar ou prevenir ou tratar patologias. Se tiver uma doença, consulte o seu médico. Mulheres grávidas e lactantes, crianças menores de 12 anos e pessoas em tratamento médico devem geralmente abster-se de usar suplementos alimentares, a menos que prescritos pelo seu médico habitual. Para qualquer problema de saúde, pedimos que consulte um profissional de saúde.

 

 

*Artigo patrocinado

Impala Instagram


RELACIONADOS