Vasco Palmeirim já sabe o sexo do segundo filho

Vasco Palmeirim e a mulher queriam dar um irmão a Tomás desde que este nasceu. Vai acontecer em maio. O casal já sabe o sexo do bebé e o primogénito não esconde a preferência: «Ele pedia uma irmã.»

Vasco Palmeirim já sabe o sexo do segundo filho

Vasco Palmeirim e a mulher queriam dar um irmão a Tomás desde que este nasceu. Vai acontecer em maio. O casal já sabe o sexo do bebé e o primogénito não esconde a preferência: «Ele pedia uma irmã.»

O ano de 2020 vai trazer grandes alegrias a Vasco Palmeirim, que entrou no novo anos com o surpreendente anúncio de que vai voltar a ser pai. Com a mulher, Bárbara Magalhães, grávida pela segunda vez, o apresentador afirma, nas suas primeiras declarações após a revelação da boa-nova, que estão ambos «muito contentes».

«Já me tinham perguntado aqui há uns tempos se era um desejo voltar a ser pai e eu disse que, se acontecesse, o bebé seria muito bem-vindo. E aconteceu», diz o também radialista, à margem da apresentação dos intérpretes dos temas a concurso na 54.ª edição do Festival RTP da Canção, cuja final, em Elvas, será conduzida pelo próprio e por Filomena Cautela.

LEIA DEPOIS
Polícia Judiciária prende homem que violou menor em Santo Tirso

«Ainda não vou dizer»

«Pensado» pelo casal, o bebé que aí vem juntar-se-á a Tomás, de quatro anos. E nasce já em maio, segundo Vasco Palmeirim. O sexo da criança também já é conhecido, mas o comunicador, de 40, recusa-se a torná-lo público para já. «Ainda não vou dizer», escuda-se.

A viver de forma «diferente» a segunda gravidez da mulher, ou não tivesse ele agora «outra vivência», na sequência do nascimento de Tomás, a estrela do entretenimento da RTP assume que era um objetivo dele e da mulher darem um irmão ao primogénito.

«É muito engraçado passar por isto com uma criança de quatro anos»

Até porque, sublinha, sabe bem o que é ser filho único. «Não digo que seja uma tristeza para mim nunca ter tido um irmão. Sou filho único e não tenho qualquer tipo de remorsos e nunca disse aos meus pais: ‘Então, nunca me deram um irmão!’. No entanto, desde que o Tomás nasceu, percebi que era muito importante para ele e para nós [Vasco e Bárbara] que houvesse um segundo filho».

E por falar em Tomás, como está ele a viver a gravidez? «É muito engraçado passar por isto com uma criança de quatro anos. Ele está contente e superfeliz. Mal pode esperar que o irmão ou a irmã esteja cá fora. Só pergunta quando é que vem», revela. Era um desejo para ele ter um irmão? Palmeirim sorri e responde: «Ele pedia uma irmã! Ele queria concretamente uma irmã. Agora vamos lá ver se vem uma irmã ou um irmão.»

Texto: Dúlio Silva e Raquel Costa; Fotografias: Helena Morais

LEIA MAIS
Praga de pombos no centro de Lisboa cria «problema de saúde pública»
«Pensei suicidar-me por ter mais de 50 orgasmos por dia» [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS