Vanessa Martins e Marco Costa explicam o que os levou à separação

O assunto «separação» nunca foi abordado por nenhum dos dois. Agora, Vanessa Martins quebra agora o silêncio sobre o tempo que esteve afastada de Marco Costa

Vanessa Martins e Marco Costa explicam o que os levou à separação

O assunto «separação» nunca foi abordado por nenhum dos dois. Agora, Vanessa Martins quebra agora o silêncio sobre o tempo que esteve afastada de Marco Costa

A relação entre Vanessa Martins e Marco Costa já conta com, pelo menos, cinco anos de união. Começaram a namorar de forma discreta em 2014 e selaram o amor em 2016 através do casamento. Uma relação pautada por muitas publicação de amor que terminou, para surpresa de todos, em julho do ano passado. A digital influencer e o pasteleiro estiveram separados durante alguns meses mas o amor entre o os dois falou mais alto e reconciliaram-se no Natal.

O assunto «separação» nunca foi abordado por nenhum dos dois mas Vanessa Martins quebra agora o silêncio. A empresária confessa, pela primeira vez, como superou essa fase menos boa da sua vida, durante o evento Tendência e Sabores da Margão, esta quarta-feira, dia 20 de março.

«Foi uma rotura que houve como qualquer outro relacionamento»

«Eu nunca superei uma separação. Foi uma coisa temporária, foi uma rotura que houve como qualquer outro relacionamento. Quando decidi fazê-lo [anunciar publicamente a separação] foi quando as pessoas já andavam desconfiadas», começa por revelar. «Eu também não quero viver na base da mentira e, antes que alguém começasse a falar, decidi dizer: ‘sim estamos separados’», acrescenta.

Vanessa admite que a separação foi a escolha indicada naquele momento e que preferiu afastar-se do que viver à base da mentira e da aparência. «Acontece. É melhor isto acontecer do que as pessoas estarem chateadas e a viver juntas à base da aparência. Eu não faço nada a partir dos outros. Faço a partir de mim», diz.

«É uma fase triste mas devemos tentar viver o dia a dia sem nos enfiarmos em casa»

Assim sendo, optou por se abstrair do assunto, mantendo-se ocupada: «O que eu fiz foi sentir-me plena, tranquila, pensar que era uma fase. As coisas acontecem por alguma razão e como é óbvio uma rotura é sempre uma rotura. É uma fase triste mas devemos tentar viver o dia a dia sem nos enfiarmos em casa, desesperadas, a pensar que é o fim do mundo. Não é o fim do mundo», partilha, em jeito de conselho a  todas as mulheres que estejam a passar por uma fase de separação.

«Seria o fim do mundo se os meus pais ficassem doentes  ou se eles desaparecessem. Agora os relacionamentos e o amor têm altos e baixos. Nós tivemos um baixo e o importante é que conseguimos depois resolver. Se calhar vamos ter mais, não sei, Deus queira que não mas a vida é mesmo assim», afirma, acrescentando: «falo também pelos meus pais que estão juntos há quase 40 anos. Sempre vivi com eles juntos. Nunca se separaram mas vi-os chateados e vi também algumas discussões, dentro do saudável.»

«A vida é isso e continua»

Vanessa considera que «as chatices» fazem parte de uma relação e que as figuras públicas também têm os seus problemas. «O relacionamento é isso. E que atire a primeira pedra quem nunca discutiu ou se chateou com o marido. O facto de sermos figuras públicas e termos a nossa vida exposta ganha proporções muito maiores. Como se nunca ninguém se tivesse separado na vida. Parecia que fui a primeira pessoa. Por acaso correu bem. Reatámos»

Por agora, Marco e Vanessa «estão bem». «Estamos bem. A vida é mesmo isso. Altos, baixos, coisas boas coisas más, fases incríveis… mas o importante é estarmos lado a lado. As pessoas chateiam-se, chateamos-nos com os nossos amigos, com familiares. A vida é isso e continua», remata.

Texto: Márcia Alves; Zito Colaço

 

Impala Instagram


RELACIONADOS