Atriz da TVI atira-se a empresa do patrão: “Espanta-vos? A mim não”

Ana Bola comentou a notícia relativa à Douro Azul, de Mário Ferreira. A empresa do dono da TVI foi alvo de buscas pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal e a Autoridade Tributária.

Atriz da TVI atira-se a empresa do patrão: “Espanta-vos? A mim não”

Ana Bola comentou a notícia relativa à Douro Azul, de Mário Ferreira. A empresa do dono da TVI foi alvo de buscas pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal e a Autoridade Tributária.

Ana Bola não deixou escapar a notícia relativa à empresa de Mário Ferreira, dono da TVI, canal que transmite a novela “Rua das Flores“, da qual a atriz faz parte. A Douro Azul foi alvo de buscas na manhã desta quarta-feira, 6 de julho, por parte do Departamento Central de Investigação e Ação Penal e a Autoridade Tributária. Em causa estão indícios de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais no negócio da compra e venda do navio Atlântida.

Helena Coelho e Ruben Rua fora do programa da TVI VivaVida
A dupla de apresentadores Helena Coelho e Ruben Rua deixam o programa “VivaVida”, emitido aos sábados de manhã, na TVI. A informação foi dada pelo canal e o modelo já reagiu. “Caminho tem sido difícil” (… continue a ler aqui)

O navio em causa foi vendido à empresa de Mário Ferreira, em julho de 2014, por cerca de nove milhões de euros. Mais tarde, foi vendida à Noruega por 17 milhões. Terá custado ao Estado português cerca de 40 milhões, refere a SIC Notícias. “40 milhões de euros para uma empresa que está a ser investigada por ‘alegadas’ fraudes fiscais. Espanta-vos? A mim não”, comentou a protagonista da novela da TVI na sua página de Facebook.

O advogado de Mário Ferreira, Nuno Bizarro, garantiu, em declarações aos jornalistas, que estão a colaborar com as autoridades, mas escusa-se a avançar mais detalhes: “Não posso confirmar mais porque está em segredo de Justiça”, justificou.

Já em comunicado, citado pelo Eco, do qual Mário Ferreira é acionais, a Douro Azul “confirma a realização de buscas às suas instalações no Porto pela Autoridade Tributária e Aduaneira e pelo DCIAP [Departamento Central de Investigação e Ação Penal], no âmbito das dinâmicas de denúncia da Dra. Ana Gomes sobre a aquisição do navio Atlântida e a concretização de uma solução para os Estaleiros Navais de Viana do Castelo”.

Já Mário Ferreira disse, nas redes sociais, que não é “acusado de nada” e não é “arguido em nenhum processo” e acusa Paulo Fernandes, presidente do grupo Cofina, de o ter ameaçado. “O meu ‘amigo’ Paulo Fernandes, em maio de de 2020, prometeu-me que me ‘destruía a vida’ caso eu avançasse com a compra da Media Capital”, escreve o dono da TVI nas redes sociais. “Hoje, o seu Correio da Manhã uma vez mais lança um ataque feroz. Eles sabem que não estou acusado de nada, não sou arguido em nenhum processo. A união de Ana Gomes a enviar cartas com falsas acusações e o CM em parceria a aproveitar para fazer notícias, parece para eles um modelo virtuoso para vender jornais… Ao meu ‘amigo’ Paulo irei sempre responder com obra feita e nunca lhe farei a ele aquilo que não gosto que me estejam a fazer a mim. São estilos”, terminou.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: DR

Impala Instagram


RELACIONADOS